Rapper americano revolta web ao exigir que filha comprove virgindade

O rapper americano T.I disse que exige que filha Deyjah Harris comprove virgindade todo ano

Por: Redação

O rapper norte-americano T.I. causou indignação nas redes sociais ao revelar que exige que a sua filha Deyjah Harris, 18 anos, faça “exame de virgindade” todos os anos.

A revelação foi feita pelo músico um episódio do podcast “Ladies Like Us”, lançando da última terça-feira, 5. Na entrevista, T.I. deu detalhes de como age com a filha durante a consulta.

Crédito: Reprodução/TwitterRapper americano T.I provoca revolta de internautas ao exigir que filha Deyjah Harris comprove virgindade todo ano

“Normalmente, no dia seguinte à festa de aniversário dela, enquanto ela verifica seus presentes, eu coloco um bilhete na porta do quarto dela: Ginecologista. Amanhã. 9h30m”, disse T.I. cujo nome é Clifford Harris, para as apresentadoras, a atriz Nazanin Mandi e a maquiadora Nadia Moham.

O rapper diz que as consultas para “verificar o hímen” da filha começaram após o aniversário de 16 anos.

“Nós vamos até lá, nos sentamos. O médico entra no consultório, mantendo um alto nível de profissionalismo. Ele diz que Deyjah precisa assinar um documento permitindo que ele divulgue as informações do exame para mim. Então eu digo: ‘Deyjah, você pode assinar. Tem algo que você não quer compartilhar comigo, por acaso?'”, conta o rapper no podcast.

POR QUE É IMPORTANTE LUTAR CONTRA O MACHISMO

De forma sutil, Deyjah Harris deu resposta às declarações machistas do seu pai ao curtir os comentários de apoio a ela no Twitter.

De acordo com o jornal Extra, T.I tem um histórico de problemas com a polícia. Em 2009 ele foi preso por tentar comprar uma arma automática ilegal de traficantes que, na verdade, eram policiais disfarçados. Dois anos depois  voltou a prisão por posse de drogas.

Em maio do ano passado, T.I foi preso por agressão, embriaguez em público e conduta desordeira após uma briga do lado de fora de sua casa em Atlanta.

Luta contra o machismo

Com a popularização de campanhas feministas, a luta contra o machismo tem ganhado cada vez mais força. O aumento das denúncias de assédio sexual, violência doméstica e estupro fortaleceu o movimento e também revelou que as agressões persistem no dia a dia de grande parte das mulheres.

Mas, afinal, o que é machismo? A Catraca Livre vai te explicar tintim por tintim.