Últimas notícias:

Loading...

Romana Novais, mulher de Alok, desabafa sobre parto prematuro por causa de covid

Raika nasceu na última quarta-feira com 32 semanas

Por: Redação
Ouça este conteúdo

Romana Novais fez um desabafo nas redes sobre o parto prematuro da filha Raika, que nasceu com 32 semanas por causa de complicações da covid-19.

Infectada com o novo coronavírus, a mulher do DJ Alok contou que só pode ver a filha por vídeo para não contaminá-la

Alok
Crédito: Reprodução/InstagramRomana Novais, mulher de Alok, desabafa sobre parto prematuro da filha Raika por causa de covid-19

Raika está internada em uma UTI neonatal desde a última quarta-feira. 2.

Em uma série de vídeos publicado no Instagram, Romana deu detalhes do processo, contando que chegou a correr risco de vida durante o parto, após ela ter fortes sangramentos.

“Tudo começou na semana passada, fui tomar uma vacina que a gestante precisa fazer, tive um pouco de reação tive dor no corpo achei que era só por causa da vacina. Não achei que fosse alguma outra coisa. Além disso também estava com dor local na vacina então acreditei mesmo que fosse isso”.

Romana disse ainda que a dor no corpo começou a ficar mais intensa e a incomodar muito. “Fiz o teste do covid, ficamos em isolamento em casa nos cuidando, as dores pioraram”, relata ela no vídeo.

Alok
Raika nasceu com 32 semanas por causa de complicações da covid-19

”Eu fiquei com muito medo da doença. Senti uma dor que parecia que todos meus ossos estavam sendo quebrados. É uma sensação muito estranho. Eu particularmente fiquei com muito medo da doença. Até então eu achava que a covid-19 não traria muitos sintomas para as doenças, por conta de toda a literatura que saiu, mas acontece. Aconteceu comigo.

Romana contou ainda que teve muita febre e dores pelo corpo, mas não teve alteração respiratória.

“Comecei a ter muita febre, além da dor no corpo. Não tive alteração respiratória. E na quarta-feira comecei a sentir contração, e entrei em contato com os médicos e o Alok me levou para a clínica (…). Eu comecei a sangrar muito. Eu sou da área da saúde, mas foi muito assustador ver tanto sangue. Não parecia contração de trabalho de parto, eu sabia que não estava legal”, relatou Romana.

A mulher de Alok mostrou ainda no stories do Instagram que levou leite para a filha na madrugada desta segunda-feira, além de contar que quem está com cuidando da filha é a sogra.

”Vovó vai lá todos os dias e passa em média 10 horas do dia olhando a Raika”.