Últimas notícias:

Loading...

Samara Felippo mostra mensagens racistas enviadas às filhas

A atriz pediu reflexão aos seguidores brancos

Por: Redação

Samara Felippo expôs em seu perfil no Instagram uma série de mensagens racistas enviadas às filhas Lara, de 12 anos, e Alícia, de 8. A atriz pediu para que os pais refletissem sobre a educação que dão às crianças.

“Fica aqui minha reflexão para você branco que me segue: como reconhece e o que faz numa situação racista? A escola de seus filhos tem uma educação antirracista? O que você acha que ainda reproduz mergulhado dentro da sua bolha branca? Acho que esse já é um excelente exercício para começarmos”, disse.

“Olhem essas frases, como batem em você? Não quero linchamento, apenas reflexão. Não adianta você simplesmente dizer que não é racista. É preciso pensar e agir.”, escreveu Samara.

Crédito: Reprodução/Instagram Samara Felippo mostra mensagens racistas enviadas às filhas

“Imaginem quantas crianças pretas sofrem todos os dias, deixam de estudar, machucam seu coro cabeludo para alisarem os cabelos, se odeiam e crescem cheias de dores e traumas.”

A atriz e influenciadora expõe constantemente as batalhas e as delícias de ser mãe das duas meninas.

Saiba como denunciar ataques racistas

Cenas como essa vivida pela filha de Samara Felippo ainda são muito comuns no Brasil, infelizmente. Uma forma de conter o avanço do racismo no Brasil é sempre denunciar o agressor. Afinal, racismo é crime previsto pela Lei 7.716/89.

A denúncia pode ser feita tanto pela internet, quanto em delegacias comuns e nas que prestam serviços direcionados a crimes raciais, como as Delegacias de Crimes Raciais e Delitos de Intolerância (Decradi), que funcionam em São Paulo e no Rio de Janeiro.

Crédito: Reprodução/Instagram @sfelippoSamara Felippo revela caso de racismo com a filha e desabafa na web

Cuidados a se tomar em casos de racismo

Não compartilhe publicações

É muito comum nas redes sociais compartilharmos publicações com teor racista como forma de denunciar os casos ou interagir com as postagens criminosas. Esse comportamento não é recomendado.

A recomendação é que as pessoas só denunciem nos canais apropriados para evitar dar mais visibilidade ao agressor, que se utilizam da viralização do discurso de ódio como plataforma para ganhar notoriedade.

Procure um advogado

Ter o respaldo de um advogado é bastante recomendado quando se pretende entrar com uma ação contra um infrator.

O profissional irá orientar em relação às provas que devem ser apresentadas e também à punição que caberá aos criminosos.

O ideal é procurar sempre um advogado ativista na causa racial para acompanhar sua denúncia. Ele precisa entender os danos que tais consultas podem causar na vida alguém.

Compartilhe: