Últimas notícias:
Loading...

Série que está bombando na Netflix quase foi rejeitada pelo streaming

Produtor lembrou que precisou fazer alterações no roteiro da produção para agradar o streaming

Netflix quase rejeitou série
Créditos: Reprodução/Netflix
Netflix quase rejeitou série

Com 10 episódios na 1ª temporada, “O Agente Noturno” se tornou a 3ª maior estreia da Netflix, ficando atrás apenas de “Wandinha” e “Dahmer: Um Canibal Americano”. Porém, a trajetória da série nem sempre foi simples assim.

Shawn Ryan, o criador da série, confessou ao Deadline que a repercussão ainda lhe parece “irreal” e relembrou o caminho até o triunfo da história.

“Eu tive uma longa carreira e certamente algum sucesso, mas nada parecido em termos de uma reação tão intensa e imediata dos fãs”, afirmou.

“O Agente Noturno” acompanha Peter Sutherland (Gabriel Basso), um agente do FBI que trabalha no porão da Casa Branca. Sua função, então, inclui vigiar um telefone que nunca toca. Pelo menos que não tocava…

Tudo muda quando ele, por fim, recebe uma ligação que acaba revelando uma perigosa conspiração contra o governo dos Estados Unidos. Assista ao trailer:

Netflix quase rejeitou série “O Agente Noturno”

Ryan começou a trabalhar no projeto no final de 2020, após ler o livro romântico escrito por Matthew Quirk, que inspirou a série.

O produtor, então, escreveu o roteiro de um potencial episódio piloto em apenas cinco dias.

Na sequência, em fevereiro de 2021, ele enviou o projeto para vários estúdios avaliarem. O resultado foi que a grande maioria rejeitou a produção, exceto a Netflix e a NBCUniversal.

A NBC se mostrou mais animada com a ideia, mas por lá eles asseguraram o lançamento de apenas um episódio. Enquanto isso, na Netflix, o projeto não pareceu agradar totalmente e quase não saiu do papel.

Ainda segundo o Deadline, Ryan, então, usou de sua influência para conseguir uma reunião com Jinny Howe, a chefe do Departamento de Drama da Netflix, que deu um toque no roteiro e orientou o produtor a atrasar certas revelações para criar um suspense, como a história do Serviço Secreto, por exemplo.

Nem sempre o roteiro da série “O Agente Noturno” agradou a Netflix
Créditos: Divulgação/Netflix
Nem sempre o roteiro da série “O Agente Noturno” agradou a Netflix

A partir daí, o produtor precisou escolher: fechava com a NBCUniversal, onde a ideia original seria mantida, mas não tinha garantia de uma série completa. Ou optava pela Netflix, onde ele necessitava fazer alterações no roteiro. Bom, ficou claro qual caminho ele preferiu, né?!

“Acredito que as mudanças sugeridas pelo streaming, no final das contas, fizeram o primeiro episódio ficar melhor [do que a versão original]”, admitiu.

Foi então que a Sony, produtora da série, negociou com a Netflix, que em junho de 2021 já estava com a versão final da história em mãos.

“Eles queriam saber o que acontece no resto da temporada, então eu fui e montei um campo completo, e um mês depois foi dado luz verde. Tudo aconteceu muito rapidamente”, finalizou.

O sucesso de “O Agente Noturno” resultou na renovação da série para a 2ª temporada poucos dias depois da estreia.