Últimas notícias:

Loading...

Simone e Simaria quebram o silêncio sobre polêmica envolvendo Iemanjá

Coleguinhas do sertanejo foram acusadas de intolerância religiosa após deixarem de cantar um trecho de uma música que fala sobre a rainha do mar

Por: Redação

Após serem acusadas de intolerância religiosa por não cantarem um trecho da música do Natiruts que fala sobre Iemanjá, um orixá feminino das religiões de matriz africana, Simone e Simaria quebraram o silêncio e esclareceram de vez o que rolou.

O caso aconteceu durante o programa “Música Boa Ao Vivo”, exibido pelo Multishow na última quarta-feira, 7.

Em entrevista exclusiva ao UOL, Simone e Simaria encerraram a polêmica e chegaram até a cantar o trecho da música. “Quer que eu cante? Flores brancas, paz e Iemanjá!”, interpretou Simone, acompanhada da irmã, nos bastidores de uma sessão de fotos.

simone e simaria
Crédito: Reprodução/InstagramSimone e Simaria botam um ponto final na polêmica envolvendo Iemanjá

Simaria ainda contou por que as coleguinhas não cantaram a parte que fala sobre Iemanjá, ao lado dos outros músicos que estavam no palco.

“Eu nem sabia cantar aquilo. Vou mentir para vocês? Eu estou de mudança, as minhas malas todas no meio do quarto. Eu disse: ‘Simone, eu vou jogar pra tu, porque não sei cantar essa música não!’. Tem outra coisa. Todo mundo escolheu junto, cara. Temos um grupo [no WhatsApp] em que todos concordaram com aquela música”, explicou.

“É porque o povo fica criando situações…”, disse Simone, sendo interrompida pela irmã: “O povo é sem-vergonha mesmo”. Simone ainda declarou que respeita todas as religiões, e que estamos num país livre.

Polêmica com Xanddy

Outro cantor que se viu envolvido em um polêmica sobre intolerância religiosa foi o Xanddy, do Harmonia do Samba.

O músico suprimiu a frase “canto do candomblé” em uma música que entoou durante um show, e foi filmado e denunciado por Luana Xavier nas redes sociais.

Veja:

Carla Perez defende Xanddy após polêmica sobre intolerância religiosa

Compartilhe: