O projeto Art on Tracks de Chicago transforma seis vagões de trem em galerias temporárias. É uma iniciativa que começou com a ideia inicialmente rechaçada de um jovem estudante e hoje, na sua quinta edição, atrai curadores de toda a região. Os vagões são emprestados, de graça, a seis artistas escolhidos, em geral novos artistas sem prévio reconhecimento.

Conheça o site

Arquitetura da Convivência

O trem percorre seu trajeto normal, o “loop” no cento de Chicago, e passageiros são incentivados a interagir com a arte e os artistas. Na perversão de um ritual diário, as pessoas são convidadas a literalmente adentrarem num mundo magico e inovador, e a se transformarem, ao menos temporariamente, junto com o espaço.

A iniciativa começou como uma maneira de suprir a falta de exposição e espaço para jovens artistas e estudantes de arte e se transformou numa importante manifestação dentro de uma coisa maior, o Urban Play, onde situações e funções urbanas ganham novo significado, forçando-nos a pensar criticamente naquilo que já se tornou o costumeiro em nossa rotina.