Créditos: tobi/iStock

Mulher é vítima de violência sexual no metrô em São Paulo

Um homem foi detido na última quarta-feira, 13, após ter sido acusado de violência sexual por uma passageira no metrô de São Paulo. O caso aconteceu na estação Paulista da Linha 4 - Amarela.

Segundo informações da concessionária ViaQuatro, responsável pela linha onde o caso aconteceu, a violência se deu por volta das 19h45.

Após receberem a denúncia dos passageiros, os agentes de segurança encaminharam o suspeito para a Delegacia de Polícia do Metropolitano (Delpom). Ele assinou um termo circunstanciado de importunação ofensiva ao pudor e foi liberado. O caso foi encaminhado ao Juizado Especial Criminal.

A mulher que sofreu a violência fez um relato sobre o caso nas redes sociais."Quando olhei pra trás me deparei com um indivíduo, se assim devemos chamar perante uma sociedade que se diz civilizada, com a calça aberta, tentando de forma sem sucesso, fechar seu zíper", escreveu ela.

"Minha primeira reação foi de não acreditar no que estava acontecendo. Ao berros e tapas na cara (animal não tem rosto e sim cara), ele me pedia DESCULPAS como se tivesse pisado no meu pé sem querer. Algumas pessoas gritavam, mostravam sua indignação", continuou.

Créditos: Reprodução/Facebook

Relato em rede social de vítima de violência no metrô

Em um comunicado à "Veja SP", a ViaQuatro informou que “repudia e condena qualquer conduta de assédio e violência de toda natureza e reitera que mantém o compromisso com a segurança de seus passageiros, além de participar da campanha Juntos Podemos Parar o Abuso Sexual nos Transportes, desenvolvida pelo Tribunal de Justiça de São Paulo para incentivar a denúncia contra os agressores. Por meio de seminários de sensibilização, os colaboradores das estações da Linha 4-Amarela foram capacitados para prestar o atendimento adequado às vítimas em caso de assédio sexual”.

  • Leia mais:

Saiba como agir em caso de assédio sexual