Paolla Oliveira escolheu ir de índia na 10ª edição do Baile do Sarongue que acontece tradicionalmente no Rio de Janeiro. O tema desse ano foi "Xamã" e a atriz se vestiu com vários adereços indígenas bem no ano em que ativistas começam a divulgar a campanha "Índio não é fantasia".

Os seguidores estão divididos. Alguns acham que ela acertou e ficou linda, já outros entendem que esse tipo de vestimenta não representa uma homenagem, mas sim apropriação cultural.

#ÍndioNãoÉFantasia

Recentemente, a artista indígena Katú Mirim publicou um vídeo nas redes sociais explicando por que o uso desses trajes é algo racista e lançou o protesto #ÍndioNãoÉFantasia. "Isso é racismo. Indígenas existem, resistem e temos cultura", diz. Entenda mais sobre o assunto

7 fantasias para não usar neste Carnaval