Reprodução / Netflix

Créditos: Netflix

Cena da série "13 Reasons Why"

Para o bem e para o mal, “13 Reasons Why” é a série mais comentada do momento. Mas o programa da Netflix está longe de ser uma unanimidade. Independente de suas qualidades narrativas ou não, a polêmica maior em torno da produção gira em torno dela ser um serviço público ao trazer à tona a questão do suicídio ou um desserviço justamente por isso.

A série, inclusive, tem angariado vários detratores, como um instituto australiano e uma atriz de outra série da Netflix, “Stranger Things”. De acordo com a Headspace National Youth Mental Health Foundation, a série exibe “conteúdo perigoso”, por exemplo.  “O programa apresenta ao espectador imagens e mensagens bastante gráficas e confrontadoras sobre o suicídio, incluindo seus métodos e significados”, alerta a fundação.

A instituição também afirma que passou a receber um número de ligações e e-mails crescentes sobre a série. “A série não apresenta uma alternativa viável ao suicídio”, criticou o diretor da fundação, Dr. Steven Leicester, em uma entrevista a TV australiana ABC News. “O programa não fala sobre doenças mentais ou depressão, nem menciona essas palavras. Eu acho que a série provavelmente causa mais problemas do que traz soluções”, disse.

Segundo a News Music Express, a atriz Shannon Purser, a Barb da série “Stranger Things”, publicou em sua conta no Twitter sobre “13 Reasons Why”, alertando para que pessoas mais sensíveis não assistissem ao programa.

“Eu aconselho que pessoas que estão lutando contra pensamentos suicidas ou tenham passando por alguma agressão sexual não assistam a ’13 Reasons Why’”, postou. “Existem cenas bem gráficas que podem trazer à tona memórias e sentimentos dolorosos. Por favor, protejam-se”, pediu.  “Existem coisas boas na série e eu sei que ela é importante e pode ajudar algumas pessoas. Apenas tenham cuidado”, pediu novamente. A atriz também fez um apelo para que parassem de fazer memes sobre a série.

Ainda não existe nenhuma confirmação da Netflix sobre uma possível segunda temporada da série.

  • Leia mais: