Quem tem bicho de estimação em casa sabe o que é sentir o amor incondicional de um animal. A advogada Kelly Thimoteo nunca teve o carinho do cavalo Nanquin em seu lar, mas ele foi seu ajudante fiel durante os quatro anos em que ambos serviram a Brigada Militar do Rio Grande do Sul.

Kelly deixou o serviço militar há sete anos e, desde então, tenta obter a guarda do fiel amigo para adotá-lo. Hoje, Nanquin está aposentado em uma fazenda da Brigada, onde, diz a ex-soldado, ele "se alimenta só de grama e emagreceu muito por conta disso". Para Kelly, o cavalo está abandonado. Além de ser vítima de maus tratos, o cavalo ainda esteve em risco de ir a leilão.

Para resolver o caso, Kelly encabeçou uma petição na Change.org criada por uma amiga para pedir ao governo gaúcho que desista de colocar o Nanquin a leilão e atenda ao seu pedido de adoção. "Quando vi que ela tinha feito o abaixo-assinado, o documento já estava com centenas de assinaturas! Essa possibilidade não tinha me passado pela cabeça, mas foi uma atitude muito válida para o meu caso", conta a ex-policial, a quem foi concedida, um tempo depois, a autoria da petição.

Confira o abaixo-assinado: www.change.org/Nanquin

Créditos: Arquivo pessoal/ Kelly Thimoteo

Kelly e Nanquin: a ex-soldado tenta, há 7 anos, obter a guarda legal do cavalo

"O abaixo-assinado foi de extrema importância para a nossa luta ser conhecida!", diz Kelly. Hoje, a petição está com mais de 76 mil assinaturas. O apoio de milhares de pessoas abriu as portas para mais negociações com o governo estadual, que, depois de muita pressão, desistiu do leilão. Agora Nanquin está sendo mais bem tratado e alimentado.

Porém, de acordo com Kelly, o caso ainda não tebe fim. "A última notícia que recebi por parte do governo era de que eu poderia receber o Nanquin através de um processo de convênio com uma ONG de proteção aos animais. Eu trabalho na organização CAPA (Clube dos Amigos e Protetores dos Animais) e a indiquei para que essa possibilidade se torne realidade."

Uma das maiores tristezas de Kelly é não poder visitar seu amigo tanto quanto gostaria. "O Comando da Brigada de Passo Fundo me permite poucas visitas, somente de 15 em 15 dias, e sempre assistidas", desabafa. "O Nanquin é um ser que precisa da minha proteção, ele faz parte da minha história, é parte de mim! Ele é o símbolo da importância que os animais do Estado merecem", completa.

Créditos: Arquivo pessoal/ Kelly Thimoteo

Kelly e Nanquin: abaixo-assinado criado na Change.org já tem mais de 76 mil assinaturas

  • Leia também:

Campanha mistura tatuagem e adoção de animais e emociona

Imagem Autor

O site para você mudar o que quiser. Mais de 180 milhões de pessoas fazendo a diferença em 196 países — quase 10 milhões no Brasil.

+ posts do autor

Rede Catraca Livre

Este conteúdo - assim como as respectivas imagens, vídeos e áudios - é de responsabilidade do usuário da Rede Catraca.

O Catraca Livre disponibiliza espaço no site para que qualquer interessado possa contribuir com cidades mais acolhedoras, educadas e criativas, sempre respeitando a diversidade de opiniões.

As informações acima são de responsabilidade do autor e estão sujeitas a alterações sem aviso prévio.