Créditos: Reprodução / Facebook

O vídeo causou revolta na Tailândia

Um vídeo chocante que mostra um homem espetando o focinho de um tigre com uma vara causou revolta na Tailândia. A ação tem como objetivo obrigar o animal a rugir enquanto os turistas tiram selfies ao seu lado.

A cena foi publicada no Facebook nesta segunda-feira, dia 18, por Edwin Wiek, criador da ONG Fundação Amigos da Natureza da Tailândia. O vídeo foi reproduzido mais de dois milhões de vezes. "Este tigre é espetado todos os dias, centenas de vezes, para que ruja para a foto com os turistas", escreveu nas redes sociais.

Nas imagens, o tigre aparece acorrentado e os turistas se aproximam muito dele para a foto. Neste momento, um funcionário pressiona a vara no rosto do animal, que mostra as presas.

Em entrevista à AFP, um porta-voz do zoológico The Million Years Stone Park & Pattaya Crocodile Farm disse que a pessoa encarregada pelo tigre foi transferida a outro cargo por causa do ocorrido.

ondemand_video Vídeos do Catraca

Assista ao vídeo:

Today witnessed the ugliness of tourism and wildlife in Pattaya; this tiger gets poked all day, hundreds of times a day so it will roar for the picture with tourists. Time for a change of laws! Sharing this in advance of Thai National wildlife day on December 26th.

Posted by Edwin Wiek on Monday, December 18, 2017

  • Leia mais:

Entenda por que tirar 'selfies' com animais silvestres não é legal