Cá pra nós: o sexo é uma parte importantíssima da vida. E para nós, mulheres, pensar em sexo começa cedo, a partir do dia em que nos "tornamos mocinhas". Em um nível, o sexo é apenas uma função do nosso corpo orientada para a procriação. Mas, por outro lado, ele é uma atividade extremamente prazerosa, capaz de criar vínculos com outras pessoas. Para ambos os casos, estar em dia com a saúde sexual é fundamental.

Mas aí você me pergunta: Luísa, como assim saúde sexual?

Bem, a saúde sexual nada mais é que um estado de bem-estar que permite que nós consigamos desfrutar plenamente da atividade sexual. Sabe quando sua libido tá baixa ou se rola aquela coceirinha desconfortável ou ainda aquela dorzinha chata depois do sexo? Pois então: acontece que uma série de fatores físicos, psicológicos, interpessoais e sociais podem influenciar na nossa saúde sexual.

Sendo assim,  hoje eu tô aqui para te ajudar a se cuidar para que o sexo seja MUITO mais gostoso do que "apenas uma função de procriação". E 100% mais seguro!

1. Higiene íntima

Créditos: Giphy

Saúde íntima

Nós, mulheres, costumamos conversar e compartilhar experiências e dicas sobre cuidados com a pele, cabelos e técnicas de maquiagem. Mas, infelizmente, o assunto "higiene íntima", que por sinal é muito importante, raramente é um tema de conversa.

Acontece que manter a higiene nas regiões íntimas é extremamente importante para nossa saúde sexual. Não apenas para nos sentirmos mais limpas e frescas, mas também para evitar problemas de saúde desagradáveis ​​e às vezes perigosos que possam surgir.

Sendo assim, a pergunta que não quer calar é a seguinte:

Você se limpa direitinho?

Aqui, parou com a vergonha? Parou, né? Estamos só eu e você aqui, para com isso e bora se cuidar. Se você se limpa direitinho, lê isso daqui pra ter certeza de que todos os passos são seguidos. Se você ACHAVA que limpava direitinho e viu que não, ainda bem, né? Nunca é tarde pra aprender, gente!

Então bora lá: a higiene íntima deve ser feita da seguinte maneira:

  • Sabonetes comuns não são adequados para lavar a vagina. A maioria deles são projetados para manter o valor natural do pH da pele, que é de 5,5. Acontece que o valor normal do pH de uma vagina saudável varia de 3,8 a 4,5. O uso de sabão comum pode causar irritações e até mesmo desenvolver bactérias nocivas. Sendo assim, o ideal é usar apenas água quente na região, mas se você sentir que não é o suficiente, use sabonetes próprios para a higiene íntima;
  • Só se lava a parte exterior da zona íntima, ok? Nossa vagina tem a habilidade de se "limpar" sozinha, por isso não é necessário lavá-la por dentro. Na verdade, lavar o interior da vagina pode fazer um mal danado. E AH! Quando digo "parte exterior", me refiro à vulva, aos lábios vaginais e à área ao redor do clitóris;
  • É importante para a sua saúde sexual que você lave suas partes íntimas pelo menos uma vez por dia, de preferência após a evacuação. Não use a esponja porque a região é muito sensível e você pode acabar se machucando com ela. Se a menstruação estiver te visitando, faça essa higienização duas vezes ao dia. Se for usar o chuveirinho, não direcione o jato de água direto para a vagina, porque isso pode levar bactérias que estão na parte externa para dentro dela.

2. Faça o papa-nicolau uma vez por ano

Veja mais aqui: 4 regras básicas para cuidar da sua saúde sexual da forma correta

  • Leia também:

10 formas de conhecer e amar a sua vagina

Imagem Autor

O Superela é uma plataforma comprometida em aumentar a autoestima das mulheres. Nós empoderamos elas através de conteúdo sobre amor, sexo, vida beleza e estilo, e uma comunidade de suporte emocional para elas, altamente engajada e do bem. <3

+ posts do autor

Rede Catraca Livre

Este conteúdo - assim como as respectivas imagens, vídeos e áudios - é de responsabilidade do usuário da Rede Catraca.

O Catraca Livre disponibiliza espaço no site para que qualquer interessado possa contribuir com cidades mais acolhedoras, educadas e criativas, sempre respeitando a diversidade de opiniões.

As informações acima são de responsabilidade do autor e estão sujeitas a alterações sem aviso prévio.