A morte do jornalista Ricardo Vidarte deixou a imprensa esportiva de luto nesta segunda-feira (16). Vidarte, que trabalhava no SBT do Rio Grande do Sul, teve uma parada cardíaca na emissora. Ele sofreu um mal súbito por volta das 9h30 e chegou a receber socorros preliminares, mas morreu antes de chegar ao Hospital Mãe de Deus, em Porto Alegre.

Créditos: divulgação/SBT

Morte de jornalista Ricardo Vidarte deixou a imprensa esportiva de luto

Há mais de dez anos no SBT, Vidarte passou por diversos veículos de comunicação ao longo da carreira, como TV Record e Rádio Guaíba.

Selo Facilite

O ataque cardíaco ocorre quando o fluxo sanguíneo para o miocárdio é bloqueado por um longo período. Essa parada, que pode levar à morte, é chamada pelos médicos de infarto do miocárdio, infarto agudo do miocárdio ou ataque cardíaco.

Muitos problemas de saúde são silenciosos e fatais. Condições cardiovasculares, diabetes, hipertensão e câncer, por exemplo, podem apresentar sintomas apenas quando estão em estágio avançado.

Segundo o site Minha Vida, parceiro do Catraca Livre, com tratamento adequado, é possível evitar danos significativos no músculo cardíaco. Portanto, o tempo é crucial no atendimento de emergência ou para buscar um hospital nos primeiros sinais do problema.

As doenças cardiovasculares são líderes em morte no mundo, sendo responsáveis por quase 30% das mortes no Brasil. Dentre estas, o infarto é uma das principais causas.

Causas

O infarto ocorre quando uma ou mais artérias que levam oxigênio ao coração (chamadas artérias coronárias) são obstruídas abruptamente por um coágulo de sangue formado em cima de uma placa de gordura (ateroma) existente na parede interna da artéria. Para continuar lendo, clique aqui.

Leia também:

Música pode potencializar o tratamento contra hipertensão