O lubrificante feito à base de maconha já é uma realidade e, na Califórnia, Estados Unidos, pode ser comprado mediante a apresentação de receita médica. O "Foria", como é chamado, promete um aumento do prazer sexual às mulheres, por supostamente aumentar a sensibilidade.

Créditos: Istock/OpenRangeStock

O lubrificante Xapa Xana é feito à base de maconha

No Brasil, a novidade também já existe. O lubrificante afrodisíaco, desenvolvido pela brasileira Débora Mello, ganhou aqui o nome de Xapa Xana e pode ser encomendado por meio de uma página no Facebook.

A mistura caseira de óleo de coco com flores de Cannabis, segundo as instruções, deve ser aplicada nos lábios vaginais cerca de uma hora antes do sexo. "A mucosa absorve o produto e deixa a região muito mais sensível aos toques, o que promete orgasmos de até quinze minutos!", promete a propaganda da página.

Selo Facilite

O produto ainda tem ação antifúngica, anti-inflamatória e antibacteriana e pode ser usado com camisinha. A página ainda garante que a usuária não ficará chapada. "A quantidade de THC usada não é capaz de deixar a pessoa chapada, nem quem fizer sexo oral", diz o anúncio.

Anvisa

Em nota enviada ao jornal Folha de S.Paulo, a  Anvisa disse que a importação de produtos à base de canabidiole outros canabinoides é autorizada para fins exclusivos de tratamento de saúde de pessoa física e mediante prescrição médica. Fora isto, pode ser enquadrada nos crimes de porte ou tráfico de drogas.

No Uruguai e em alguns Estados americanos, como a Califórnia, o consumo recreativo da maconha é permitido.

  • Leia mais:

Lubrificante de maconha promete melhor orgasmo