Avó de Michelle Bolsonaro já foi presa por tráfico de drogas

Até a mãe da primeira-dama já teve problemas com a polícia e foi indiciada por falsificação de documento.

Por: Redação Comunicar erro

Maria Aparecida Firmo Ferreira, 79 anos, a avó da primeira-dama Michelle Bolsonaro, nem sempre foi a pessoa de saúde frágil e indefesa, como se viu no começo da semana. Antes de se aposentar, ela tentou ganhar a vida traficando drogas e foi presa em flagrante quando tinha 55 anos.

De acordo com reportagem da revista Veja desta semana, Dona Aparecida era conhecida nas ruas como “Tia” e, segundo a polícia, sua principal atividade era vender drogas no centro de Brasília.

Crédito: Agência Brasil/José CruzFamília d primeira-dama Michelle Bolsonaro tem histórico policial

Em julho de 1997, ela foi presa com 169 “cabecinhas de merla”, um subproduto da cocaína.

Outros dois tios maternos da primeira-dama também enfrentam problemas com a polícia. Um deles foi condenado por estupro, em 2018, a 14 anos de prisão. O outro encontra-se preso preventivamente por suposto envolvimento com a milícia que age na favela Sol Nascente, nos arredores de Brasília.

Até a mãe da primeira-dama já teve problemas com a polícia. Maria das Graças Firmo foi indiciada por falsificação de documento.

Compartilhe: