CORONAVÍRUS
Loading...
Últimas notícias e tudo que você precisa saberAtualizando informações
Infectados-
Mortes-
Recuperados-

Como o coronavírus vai mudar o jeito que moramos e vivemos

Sabemos que a vida nunca mais será a mesma. Mas quais serão as principais mudanças no nosso dia a dia e na nossa casa? Confira!

Por: Casa.com.br

Você já deve ter reparado que alguns costumes rotineiros nunca mais serão os mesmos. Muitos hábitos já mudaram após a pandemia da covid-19 no Brasil e pelo mundo. Já fizemos uma matéria falando sobre como as pandemias de anos anteriores mudaram o design da casa como ela é hoje. Mas, como será que o lar se adaptará para os próximos desafios? Como lidaremos com a limpeza e a organização da morada após o controle do vírus? Como será a nossa interação social, diante de novas medidas de distanciamento e de higiene? E a tecnologia, que nos forçou a migrar para o universo on e funcionou muito bem, obrigado!

casa com cachorro
Crédito: Lum3n/istockJeito de viver deve mudar no pós-pandemia

A conclusão que chegamos é que esse processo de isolamento e quarentena nos levou a refletir sobre diversos aspectos da nossa vida, incluindo consumo, sustentabilidade e vida social. É de extrema certeza que, após esse período nebuloso, vamos nos abraçar, dar mais valor à família e aos amigos e reparar nos pequenos detalhes, como nunca antes. Por isso, a arquitetura e o design de interiores têm o papel fundamental de reformular a casa para se adaptar a essa nova realidade. Você está pronto para ela?

Então confira abaixo as apostas para o breve futuro que enfrentaremos:

Mudanças estruturais

O Home Office

Um dos primeiros itens que já percebemos uma mudança no lar foi o local de trabalho em casa, o famoso Home Office. Logo nos primeiros dias de confinamento, as pessoas perceberam que este espaço precisava de uma certa importância e uma organização correta, para ser funcional e confortável, afinal, nem todo mundo estava vivendo essa tendência do work at home (trabalhar em casa).

“Muitos dos projetos residenciais, ultimamente, não contemplavam o home office, pois a maioria trabalha com um notebook, então qualquer mesa servia… Mas agora, depois de passar 60 dias em isolamento social, trabalhando em casa, tenho certeza que os home offices serão lembrados novamente! E, por causa dessa quarentena, que tivemos que nos reconectar com nossos lares e nos adaptar dentro de nossas necessidades, a ‘nossa casa’ virou uma grande aliada!”, explica a arquiteta Renata Selmi Herrmann.

Exercícios em casa

Com as academias fechadas e sem poder correr ou praticar exercícios nas ruas, outro item que será incorporado à residência é um espaço para realização de atividades físicas. “As pessoas perceberam que sim, é possível se exercitar em casa, mas que se seus lares fossem planejados para receber este tipo de atividade, a prática poderia ser mais frequente e agradável”, comenta a arquiteta Ana Johns, à frente do escritório Ana Johns Arquitetura.

As próprias academias disponibilizaram aulas gratuitas online e muitos profissionais deram dicas de como ambientar um espaço para se tornar um local de prática de exercícios. Determinação e tecnologia são os fatores principais para levar a uma rotina de exercícios. Lembrando que, é recomendado manter essa prática para ter uma vida saudável e ficar imune a doenças.

Re-conexão com a natureza e a mente

Confira o conteúdo na íntegra.

Em parceria com a Catraca Livre, a Casa.com.br vai publicar conteúdos sobre urbanidade, sustentabilidade, arquitetura, faça você mesmo, dicas para sua casa e decoração.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.