Últimas notícias:

Loading...

Internado com covid-19, idoso recebe alta devendo R$ 2,6 milhões

Não havia vaga em hospital público quando ele foi internado

Por: Redação

Carlos Massatoshi Higa, de 72 anos, recebeu alta do Hospital São Camilo, na zona norte de São Paulo, na última segunda-feira, 4. Ele ficou internado por 191 dias, 100 deles intubado, devido a complicações causadas pelo coronavírus. A conta chocou a família: R$ 2,6 milhões.

Crédito: Reprodução/Redes sociais Idoso recebe alta de hospital particular de SP; a dívida é de R$ 2,6 milhões

Juliana Suyama Higa, de 37 anos, filha do idoso, é doutora em microbiologia e professora da rede municipal. Ele tem uma banca de jornal. A família de classe média, cujas economias já foram usadas, não sabe como pagar essa dívida.

“Eu sei que estou devendo, estou preocupada, posso dizer inclusive desesperada”, contou Juliana ao G1. “Confesso que ainda não sei como vou pagar.”

Além da conta do hospital, Higa está com sequelas dos meses internado, com limitações de fala e movimentos, por isso precisará de cuidados especiais.

Quando Higa foi internado, não havia vaga em hospital público. “A gente não está se recusando a pagar, se tivéssemos, teríamos pagado, mas esse valor é surreal”, disse Juliana.

Abaixo, leia a nota do Hospital São Camilo sobre o caso:

“A Rede de Hospitais São Camilo de São Paulo oferta serviços particulares de forma transparente e com custos compatíveis com o mercado. O acometimento por Covid-19, no entanto, pode implicar em internações de longa permanência, com valores notoriamente altos. No caso em questão, as informações eram atualizadas constantemente à família. A instituição reforça sua missão de cuidar e valorizar a vida, priorizando a excelência dos serviços prestados, e segue à disposição para quaisquer esclarecimentos.”

Compartilhe: