Últimas notícias:

Loading...

‘Covid apenas encurtou a vida das pessoas’, diz Bolsonaro a alemães

A entrevista não estava na agenda presidencial e não foi divulgada nas redes sociais de Bolsonaro ou do governo

Por: Redação

Em uma entrevista dada no início de setembro a um canal extrema-direita alemã, Jair Bolsonaro (sem partido) voltou a minimizar a pandemia e culpou o número de óbitos a outras doenças.

“Muitas tinham alguma comorbidade, então a covid apenas encurtou a vida delas por alguns dias ou algumas semanas”, afirmou o presidente.

Crédito: Reprodução/YouTubeBolsonaro voltou a minimizar a pandemia e culpou o número de óbitos a comorbidades

O vídeo foi divulgado nesta semana no YouTube. Caso queira, assista ao vídeo completo abaixo:

“Uma pessoa na UTI por covid custa R$ 2 mil por dia. Uma pessoa numa UTI com outras doenças custa R$ 1 mil. Então quando uma pessoa mais humilde vai no hospital ela é levada para a UTI porque os hospitais vão ganhar mais dinheiro, então tem uma supernotificação”, diz Bolsonaro em outro momento.

“Isso aconteceu”, afirmou o presidente. “O número de mortes no Brasil foi superdimensionado.”

Markus Haintz e Vicky Richter, que entrevistam o presidente no vídeo, são integrantes do movimento negacionista Querdenken, ligado à extrema-direita da Alemanha.

A entrevista não estava na agenda presidencial e não foi divulgada nas redes sociais de Bolsonaro ou do governo.

Bolsonaro e o encontro com a neta de ministro de Hitler

Em junho, a deputada alemã Beatrix von Storch, vice-líder do partido de ultradireita Alternative für Deutschland – AfD (ou Alternativa para a Alemanha, em tradução livre) publicou uma foto ao lado do sorridente presidente Jair Bolsonaro (sem partido).

Além de ser conhecida pela defesa de posições ultraconservadoras, ela é neta Ludwig Schwerin von Krosigk (1887-1977), ministro das Finanças de Adolf Hitler (1889-1945).

Crédito: Reprodução/Team von StorchPresidente e parlamentares brasileiros recebem a vice-líder da ultradireita alemã

A imagem de Bolsonaro com Beatrix e ao marido dela, Sven von Storch, foi originalmente divulgada na Alemanha e se espalhou rapidamente.

O encontro ocorreu em Brasília. Os deputados federais Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) e Bia Kicis (PSL-DF) também se encontraram com o casal alemão.

A mensagem “fortalecer suas conexões e defender nossos valores cristãos e conservadores em nível internacional” foi divulgada com a foto.

Compartilhe: