Criança morre de desnutrição após ser obrigada a fazer jejum de 2 dias

Mãe e padastro da menina foram presos em flagrante em Ubatuba, no litoral paulista

Por: Redação

A mãe e o padastro de uma menina de 11 anos foram presos em flagrante após a criança morrer em decorrência de um jejum. De acordo com informações do portal G1, ela era mantida em cárcere privado junto com o irmão.

O caso aconteceu em Ubatuba, no litoral de São Paulo, e foi descoberto porque os responsáveis pela criança a levaram ao hospital. Lá, os médicos constataram palidez e desnutrição.

criança no quarto escuro
Crédito: Motortion/istockJejum era uma forma de castigar a menina

Em depoimento, a mãe, de 26 anos, disse que a menina ficou trancada no apartamento durante cinco meses e que obrigava a filha a jejuar e a orar como forma de castigo pelas coisas erradas que ela fazia. O irmão dela, de 8 anos, também era submetido à mesma situação.

No último castigo, a menina chegou a ficar durante dois dias apenas bebendo água. Foi, então, que passou mal e foi levada ao hospital, onde morreu.

Os suspeitos devem responder pelo crime de tortura com morte, cárcere privado e abandono intelectual. O irmão da vítima foi encaminhado a um abrigo.

Polícia analisa diário e  caderno

Ainda segundo o G1, no apartamento em que a família vivia, a polícia apreendeu um diário com anotações da criança. Ela relata a rotina de orações e exercícios físicos que era obrigada a fazer, mesmo sem ter se alimentado.

A polícia também encontrou um caderno do canal em que consta a justificativa que dariam para a morte da menina. A versão seria anemia e falha médica.

Como denunciar maus-tratos a crianças

Denúncias sobre maus-tratos, violência, ou abusos contra crianças e adolescentes podem ser realizadas por meio do número de telefone 100. A ligação é gratuita de qualquer região do país, e o serviço funciona diariamente das 8h às 22h, inclusive nos fins de semana e feriados. Qualquer pessoa pode fazer a denúncia e não é preciso se identificar.

Compartilhe: