Filho de jornalista da ESPN morre ao cair de prédio no Guarujá

Novas imagens divulgadas neste sábado, 11 de janeiro, mostram a janela do apartamento quebrada

Por: Maurício Thomaz

O pequeno Artur, filho do jornalista Mendel Bydlowski, repórter esportivo da ESPN, morreu nesta sexta-feira, 10, no Guarujá, litoral de São Paulo, ao cair do quinto andar de um prédio. O menino tinha apenas 5 anos.

De acordo com informações da Polícia Civil, o jornalista estava com a mulher e os dois filhos a passeio na cidade quando o acidente ocorreu.

No momento do acidente, a vítima estava brincando com o irmão mais novo, próxima a um vidro do apartamento, que já estava um pouco quebrado. Na brincadeira, o menino acabou forçando o vidro, que cedeu e ocasionou a queda.

Crédito: ReproduçãoO jornalista Mendel Bydlowski, sua esposa e o filho Artur

A Secretaria de Saúde (Sesau) informou que  a criança foi encaminhada para Hospital Santo Amaro por equipes do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência, mas chegando à unidade, a vítima teve uma parada cardiorrespiratória e não resistiu.

Fotos divulgadas neste sábado, 11, revelam como é o interior do apartamento e também mostram a janela quebrada por onde o pequeno Artur caiu. No local foi solicitada a perícia ao Instituto de Criminalística (IC) e exames ao Instituto Médico Legal (IML).

De acordo com informações do G1, a tragédia foi registrada pela Delegacia do Guarujá como morte suspeita, e foi instaurado um inquérito policial para apurar o que aconteceu.

apartamento
Crédito: Reprodução/Plantão GuarujáFoto do apartamento de que o menino Artur caiu

Nas redes sociais, jornalistas, clubes desportivos e instituições voltas ao esporte prestaram condolências ao jornalista.

Post emocionante

Após as diversas manifestações de apoio, o jornalista fez uma publicação emocionante em seu Instagram, agradecendo a todas as mensagens de carinho, e fazendo uma homenagem ao filho. Confira aqui.

Compartilhe:

Tags: #morte
Por: Maurício Thomaz

Editor Executivo de Redação. Libriano com traços piscianos. Amante da praia e do concreto. Rolês no centro de São Paulo são os meus preferidos. Mas que tal falar de política e de futilidade num boteco com cerveja barata?!