Brasil é 4º colocado no ranking de lixo plástico gerado no mundo

Estudo conduzido pelo WWF mostra que, ao produzir 11,3 milhões de toneladas desse tipo de resíduo por ano, país só perde para EUA, China e Índia

Por: Redação Comunicar erro

Brasil, essa nação de dimensões continentais. Marcada por belezas naturais em toda a sua extensão. Terra em que “se plantando tudo dá”. Porém, tanto espaço disponível também tem sido marcado por um “cultivo” nada amigável. O país já é o quarto maior produtor no ranking de lixo plástico do planeta.

No ranking de lixo plástico, o Brasil só perde para EUA, China e Índia
Crédito: iStock/KwangmoozaaNo ranking de lixo plástico, o Brasil só perde para EUA, China e Índia

O levantamento foi feito com exclusividade pelo WWF, ONG que trabalha mundialmente contra a degradação ambiental e também atua no Brasil.

O estudo realizado, “Solucionar a Poluição Plástica – Transparência e Responsabilização”, baseou-se em dados do Banco Mundial.

E concluiu que o Brasil, ao produzir 11,3 milhões de toneladas de lixo plástico por ano, perde nesse ranking apenas para os EUA (70,7 milhões de toneladas), a China (54,7 milhões de toneladas) e  a Índia (19,3 milhões de toneladas).

Porém, a preocupante performance brasileira nesse quesito conta com um agravante em relação aos demais líderes dessa produção tão prejudicial ao ambiente.

Entre os primeiros colocados do ranking de lixo plástico do mundo, o Brasil é, em termos percentuais, o que menos recicla esses dejetos.

Clique aqui e conheça o projeto As Melhores Soluções Sustentáveis

Enquanto a média global de reciclagem do lixo plástico é de 9%, por aqui esse número fica em 1,28%. Nos EUA, é de 34,6%; na China, de 21,92%; na Índia, de 5,73%.

De acordo com os dados do Banco Mundial, cerca de 2,4 milhões de toneladas de plástico são descartadas de maneira irregular no Brasil, em lixões a céu aberto e sem qualquer tipo de tratamento. Por sua vez, 7,7 milhões de toneladas vão parar em aterros sanitários, e 1 milhão de toneladas são recolhidas pelos sistemas de coleta.

Petição global

É preciso fazer algo a respeito. Afinal, estar entre os quatro primeiros no ranking de lixo plástico está longe de ser um motivo de orgulho nacional.

O WWF tem feito sua parte. A organização lançou uma petição para recolher assinaturas em todo o mundo com o objetivo de fazer com que líderes globais se comprometam a reduzir o montante de lixo plástico no planeta.

Leia também: Cone de trânsito ganha nova função em pesquisa científica

Curadoria: engenheiro Bernardo Gradin, presidente da GranBio e especialista em soluções sustentáveis.

Compartilhe: