Informar

Farelo de trigo vira prato comestível

Por:

Descartáveis são muito práticos em festas e churrascos, mas acabam se tornando um grande problema ambiental – normalmente, são usados apenas uma vez e jogados fora. Mas e se fossem feitos de material natural? Os da empresa polonesa Biotrem não são apenas biodegradáveis. Trata-se de um prato comestível, uma vez que é feito de farelo de trigo.

Os pratos são resistentes a temperatura alta e podem ser usados para comer comida quente, como sopas. Podem até ir para o forno, para assar uma torta. E, no final, você ainda pode comê-los. O prato ou tigela pode ir também para a compostagem, onde se degrada em 30 dias.

Em ambiente de compostagem, o prato comestível desaparece em 30 dias
Em ambiente de compostagem, o prato comestível desaparece em 30 dias

Clique aqui e conheça o projeto As Melhores Soluções Sustentáveis.

É um grande diferencial, quando se pensa que pratos de plástico levam anos para desaparecer na natureza. Segundo o Fórum Econômico Mundial, atualmente produzimos 20 vezes mais plástico do que em 1964, e um terço disso vai parar em lixões e aterros, ou nos mares.

Segundo a Biotrem, basta o farelo de trigo e uma pequena quantidade de água, que são prensados a alta temperatura, para produzir o prato. O sistema é todo automatizado, e cada unidade fica pronta em cerca de dois minutos e meio. Com uma tonelada de farelo de trigo puro pode-se produzir até 10 mil pratos ou tigelas.

Os talheres são feitos de farelo de trigo e bioplástico
Os talheres são feitos de farelo de trigo e bioplástico

A matéria-prima é livre de transgênicos e de alta qualidade, afirma o fabricante. A Biotrem pertence a Jerzy Wysock, cuja família trabalha com moagem de grãos desde o início do século 20.

Já os talheres são feitos de uma mistura de bioplástico e farelo de trigo. Não são comestíveis, mas são biodegradáveis.

Os pratos vêm em diâmetros de 28 cm, 24 cm e 20 cm e estão à venda em países europeus, como Itália, Reino Unido, Noruega e França, e nos Estados Unidos. Neste último, eles custam a partir de US$ 4,25 (R$ 14) o pacote com dez unidades. Os links dos pontos de venda estão disponíveis no site da empresa.

Leia também: Prato descartável feito de folha de planta suporta calor de 90°C

Curadoria: engenheiro Bernardo Gradin, especialista em soluções sustentáveis.