Filho de Bolsonaro erra e diz que crianças faziam sexo na escola

Por: Gilberto Dimenstein | Comunicar erro
Tags: #News

O ministério da Educação desmontou a secretaria da diversidade – uma pasta que, entre outras coisas, cuidava dos surdos.
A tradução de Eduardo Bolsonaro: “acho que não há nada de radical em dizer que a criançada tem que saber ler e escrever e não aprender a fazer sexo na escola. Palmas para o Ministro da Educação”.
Como a língua portuguesa não parece ser o forte de Eduardo Bolsonaro, o que se lê é o seguinte: até seu pai chegar ao poder, as crianças eram ensinadas a fazer sexo na escola.
Ou seja, crianças fariam sexo dentro da escola.
O que ele quis dizer – se soubesse a usar a vírgula – é o seguinte. Crianças eram ensinadas, na escola, a fazer sexo.

Compartilhe:

Autor: Gilberto Dimenstein

Jornalista, educador e fundador da Catraca Livre.