Alunos da Bahia têm filmes selecionados para festival internacional

“Angry Toys" e "Parkour - A Lição”, produzidos por estudantes da Escola Concept de Salvador, foram selecionados dentre os 344 filmes inscritos

Por: Redação Comunicar erro

Naquele dia cheguei na escola um pouco atrasado. Como de rotina entrei na sala e coloquei minha mochila na cadeira, quando o educador Jordan e toda a turma falaram que o “Angry Toys”, filme que eu e alguns colegas produzimos em 2017, tinha sido selecionado para um festival de cinema. Na hora achei que era brincadeira, mas me mostraram o site do evento e fiquei surpreso e muito contente.

Crédito: Escola Concept Salvador (BA)Trecho do filme “Angry Toys”, que foi selecionado pelo 8º Festival Internacional Pequeno Cineasta

“Angry Toys” e “Parkour – A Lição” foram selecionados na categoria “Mostra Nacional Crianças”, composta por curtas-metragens produzidos por crianças de 8 a 12 anos. Os filmes vão concorrer aos prêmios do Júri Oficial e Júri Popular do 8º Festival Internacional Pequeno Cineasta que acontece de 3 a 20 de outubro, no Rio de Janeiro (RJ), com cerimônia de encerramento e premiação no Centro Cultural Banco do Brasil (CCBB).

Crédito: Escola Concept Salvador (BA)Cena de “Parkour – A Lição”, filme produzido por alunos da Escola Concept de Salvador (BA)

Como explicado no texto sobre Aprendizagem Audiovisual Aplicada, publicado no mês passado aqui no Quem Inova, produzir um filme na escola possibilita processos de aprendizagem ativos, promovendo o desenvolvimento de habilidades e competências cognitivas, socioemocionais e tecnológicas por estudantes e possibilitando-os experiências que extrapolam os muros da escola, já que essas produções podem habilitá-los a participar de eventos educacionais e festivais de cinema e audiovisual.

Produzir um filme na escola foi uma experiência muito trabalhosa e divertida, e me sinto muito bem quando vejo o filme de novo. Aconselho a todos que também produzam um filme, pois é uma possibilidade incrível. “Angry Toys” significa muito para mim, e me sinto muito honrado de poder representar a Bahia e a minha escola no evento, e sei que, independente do resultado, participar desse momento será inesquecível.

Por Jordan Mendes, coordenador de tecnologia da Escola Concept de Salvador (BA), e Pedro Sapucaia, estudante do 8º ano da Escola Concept Salvador (BA)

Compartilhe: