Mãe inicia campanha para ensino de primeiros socorros em escolas

Por: Redação |

Uma mãe brasileira está lutando pela aprovação da chamada Lei Lucas, que prevê a inclusão do ensino de primeiros socorros na grade curricular. Essa lei torna indispensável que escolas, creches, berçários e locais de recreação infantil, públicos e particulares, proporcionem a capacitação de seus funcionários.

Mãe brasileira inicia campanha para ensino de primeiros socorros em escolas

A ideia de Alessandra Begalli Zamora surgiu após um acontecimento muito triste: em setembro do ano passado, seu único filho, que tinha 10 anos, estava em um passeio com o colégio, quando morreu engasgado com um pedaço de salsicha. Lucas (que originou o nome da lei) não havia recebido os primeiros socorros de forma rápida e adequada.

“Essa tragédia nos levou a uma reflexão sobre o quanto nossas crianças estão realmente seguras nos locais que frequentam”, explica a mãe em uma página de crowdfunding que criou para apoiar a campanha em prol da lei.

Segundo Zamora, 400 municípios brasileiros têm o projeto tramitando ou em fase de aprovação até o momento. Em 12 Estados, o projeto já está em tramitação. A lei já foi aprovada em 20 municípios e sancionada em oito.

Mãe brasileira inicia campanha para ensino de primeiros socorros em escolas

A mãe de Lucas iniciou a campanha de financiamento coletivo para conseguir custear as viagens para reuniões em câmaras municipais e palestras de conscientização. “Nada vai trazer nosso menino de volta”, diz Zamora. “Mas se uma única criança puder ser salva e uma única mãe não tiver que passar pela dor que estamos passando agora, a partida do Lucas não terá sido em vão.”

Já foram arrecadados R$ 4.750 da meta de R$ 20 mil da campanha. Caso você queira ajudar, clique aqui ou saiba mais sobre a ação no Facebook e no Twitter.

Compartilhe:

Tags: #Escolas