CORONAVÍRUS
Tudo o que você precisa saberÚltimas notícias e tudo que você precisa saber

Coletivo de mulheres negras alimenta futuros advogados na USP

Por: Redação

Quem frequenta a lanchonete da Faculdade de Direito da USP é atendido pelo Coletivo de Alimentação Mulheres Negras, de Santo André (SP). No local, situado no porão da faculdade" data-gtm-event-label="http://www.direito.usp.br/">faculdade do Largo São Francisco (centro de sao-paulo" data-gtm-event-label="https://catracalivre.com.br/brasil/?s=%22S%C3%A3o+Paulo%22">São Paulo), elas servem, sucos, salgados, massas e outros itens.

Coletivo comanda alimentação de futuros advogados na USP

O grupo forma um empreendimento de economia solidária que fecha parcerias com outras organizações semelhantes, como fornecedores da agricultura familiar. Agora, planejam modernizar seu espaço com equipamentos e novas instalações.

Para isso, o coletivo abriu uma campanha de financiamento coletivo para arrecadar, inicialmente, R$ 5.000. As doações serão recebidas até quinta-feira (30) por meio deste-link" data-gtm-event-label="https://benfeitoria.com/coletivoalimenmulheresnegras">deste link.

Cida Reis, ativista e uma das integrantes do Coletivo de Alimentação Mulheres Negras

A partir da primeira meta alcançada, o coletivo partirá para os próximos objetivos, como a compra de estufa e micro-ondas. O valor total que as mulheres pretendem arrecadar é R$ 19 mil.

Quem colaborar, pode receber recompensas, como alimentos de fabricação própria.

A implantação da lanchonete do coletivo –composto por seis integrantes e que existe desde 2008– foi apoiada pelo centro-academico-xi-de-agosto" data-gtm-event-label="https://www.facebook.com/xideagostoca/">Centro Acadêmico XI de Agosto, um dos mais tradicionais do Brasil.

Compartilhe: