Últimas notícias:

Loading...

7 dicas pra quem quer viajar o mundo sozinho

Por: ViraVolta

Muitas pessoas acreditam que viajar acompanhado é melhor do que viajar o mundo sozinho. Mas a Carolina Fernandes, fundadora do Projeto ViraVolta, que fala sobre transformação pessoal através de viagens longo prazo pelo mundo, não acredita nisso. Ela já experimentei os dois estilos de viagem e afirma que são experiências completamente diferentes, cada qual com suas vantagens e desvantagens.

Para ela, seria uma pena deixar de viver uma incrível aventura pelo mundo por medo de viajar sozinho e ela acredita que uma vez que a pessoa tentar ir sozinha vai se surpreender com a experiência. Para ajudar viajantes solo a passar por essa experiência de forma mais leve, interessante e segura ela preparou essa lista com as principais dicas pra quem quer viajar o mundo sozinho.

7 MELHORES DICAS PRA QUEM QUER VIAJAR O MUNDO SOZINHO

DICA 1: VALORIZE O VERDADEIRO CONCEITO DA LIBERDADE

Quando viajamos acompanhados temos que negociar o tempo todo, sobre o roteiro, o que vamos fazer, o que comer… E quando você viaja sozinho, é uma chance única de explorar o verdadeiro conceito da liberdade, fazendo tudo o que quiser, sem ter que se preocupar com mais ninguém. Você pode tomar as decisões pelo caminho, conforme seu coração mandar, vivendo uma experiência mais orgânica e sem ficar se cobrando. Você já teve cobranças demais sua vida inteira, porque fazer isso na viagem?

A flexibilidade nesse caso será sua maior aliada. Você não precisa nem de um roteiro definido. Deixe o vento te levar, inclusive com relação às passagens aéreas. Você poderia por exemplo voar do Rio para Frankfurt por cerca de R$ 2.000 ida-volta ou apenas R$ 910,00 somente ida, com taxas incluídas. Você pode até definir um roteiro para te nortear, mas não se prenda psicologicamente a ele ou você vai se fazer cobranças desnecessárias. Agarre essa chance única de se sentir verdadeiramente livre e eu duvido que você não vai amar esse estilo de vida, até mesmo sozinho.

DICA 2: ACREDITE, VOCÊ SÓ FICA SOZINHO SE QUISER

A dinâmica de socialização em uma viagem é bem diferente da vida normal aqui. Aqui somos mais fechados, não temos tempo e nos isolamos no nosso círculo social já criado. Lá pelo mundo todos estão abertos a conhecer pessoas, trocar experiências e viver momentos únicos. Os mais tímidos deixem de ser, pois é uma questão de sobrevivência. Assim como você, existem muitos outros viajantes solo e todos sentem a necessidade de se conectar com outras pessoas.

A verdade é que você só fica sozinho se quiser. Lá pelo mundo, você desenvolve uma capacidade incrível de interagir, amigos pra vida são feitos em poucas horas e no final você até cansa de fazer despedidas. Por isso, se abra, socialize, converse com muitas pessoas, sorria, seja quem você quiser e se redescubra nessa dinâmica tão intensa que faz parte da essência das viagens.

DICA 3: PRIORIZE FORMAS DE SE HOSPEDAR QUE FACILITAM CONHECER PESSOAS

As hospedagens são um momento perfeito para conhecer pessoas, pois é aquela hora em que você está sentado relaxado em uma área comum da hospedagem que o papo vai surgir naturalmente. Por isso, priorizar ficar em hostels, fazer couchsurfing e tentar ficar na casa de locais, são ótimas formas de potencializar a sua socialização durante a viagem e eu tenho certeza que você vai viver momentos incríveis viajando dessa forma. Fuja dos hotéis caros, de rede ou muito grandes, pois eles costumam ter relações mais frias e tendem a afastar as pessoas.

DICA 4: FAÇA TRABALHO EM TROCA DE HOSPEDAGEM

Essa é uma modalidade da economia colaborativa em viagens que é perfeita para quem viaja sozinho. Além de ser uma forma natural de conhecer pessoas ela vai proporcionar um contato muito mais forte com a cultura local. Por 21 dias (o que geralmente é exigido pela maioria dos casos) você vai viver em uma mesma cidade, trabalhando diariamente com pessoas do local, vivenciando a cultura e dependendo do trabalho ainda vai ter chance de interagir com vários outros viajantes. Sem contar a oportunidade de aprendizado, talvez fazendo coisas que você nunca tenha feito antes. E de quebra você elimina o custo com hospedagem e parte da alimentação. Ou seja, já reduziu os seus gastos da viagem quase pela metade. Você viaja sozinho com qualidade e ainda viaja barato. Aliás, o que você ainda tá esperando? Não deixe de conferir as dicas da ViraVolta sobre trabalho em troca de hospedagem.

DICA 5: USE A TECNOLOGIA MODERADAMENTE

A tecnologia ajuda em muitas coisas, mas quando usada sem moderação atrapalha. Nós temos problema em lidar com o ócio e sempre buscamos uma forma de nos entreter. Porém, o ócio é o momento perfeito para observar o mundo à sua volta, se escutar e repensar sua vida… Coisas que não fazemos na vida louca aqui. Aprenda a valorizar os momentos de solidão da viagem ao invés de buscar sempre uma fuga na tecnologia, navegando pela internet e redes sociais. E ao invés de se conectar com a rede, tente se conectar com seres humanos de verdade, conversando com quem estiver do seu lado. Afinal, você não foi rodar o mundo para continuar se conectando virtualmente com as pessoas que já se conectava aqui? Lembre-se, uma conversa de 5 minutos pode mudar sua vida pra sempre, pois toda pessoa que cruza o seu caminho tem algo a ensinar.

DICA 6: VIAJE LEVE

Tudo o que você levar vai ter que carregar com seu próprio esforço. Afinal, não vai ter ninguém pra dividir o peso daqueles itens que seriam úteis para duas pessoas, ninguém pra te ajudar a carregar mais peso pelas escadas… Então pense duas vezes antes de levar algo desnecessário. Depois que você aprender os benefícios de viajar com pouco, nuca mais vai querer viajar de outra forma. Para uma longa viagem pelo mundo a sua meta é tentar sair com 11 quilos. Ficou chocado? Veja a lista do que levar para uma longa viagem.

DICA 7: SE MANTENHA SEGURO, MAS SEM NEUROSE

É claro que uma pessoa viajando sozinha costuma ponderar muito mais as suas decisões quando sente qualquer sensação de risco do que pessoas viajando acompanhadas. Mas isso não precisa travar ninguém, o que conta mais é o bom senso, seja viajando sozinho ou acompanhado. Abaixo eu listo algumas soluções para situações onde você poderia sentir maior risco:

  • Se você está sozinho, encher a cara em um local estranho não é uma boa pedida. Aprenda a beber sem se acabar ou beba leite! Ah, e não aceite bebida de estranhos. Pode ser furada.
  • Se você precisa fazer um deslocamento terrestre em uma região que não se sente confortável em ir sozinho tente achar a companhia de outros viajantes que estão indo na mesma direção. É mais comum do que você pensa.
  • Se não tem ninguém pra olhar seus pertences então aprenda a fazer tudo com eles grudados no seu corpo. Seja na hora de comprar uma passagem, ir ao banheiro, etc… Por isso a dica “viaje leve” é muito válida mais uma vez.
  • Quer tentar pegar carona e ainda se sente inseguro? Tente fazer com outro viajante que você conheceu pelo caminho até que você se sinta mais auto-confiante.
  • Vai ter que voltar andando sozinho à noite? Melhor evitar né. Se una a outras pessoas e viajantes que estão fazendo o mesmo caminho. Sempre tem alguém pra te fazer companhia nessas horas.

A Carolina é fã da opção de viajar sozinho e acredita que viver a experiência dessa forma pode proporcionar uma incrível aventura para a sua vida, além de ser uma oportunidade única de auto-conhecimento, que vai te transformar pra sempre.

Quer viajar o mundo por 1 ano e não sabe o quanto custa?
Quer aprender a viajar barato?
Não sabe nem como começar a planejar o roteiro de uma viagem de 1 ano?

Acredite! Vai que dá. Mesmo sozinho.

Conheça mais sobre o Projeto ViraVolta e fique conectado: Site, Facebook, Youtube, Instagram, Twitter e Pinterest

Compartilhe:

?>