13 dicas para acabar com o estresse e ter uma vida mais equilibrada

Algumas dicas, além é claro do tratamento adequado com um profissional especializado, ajudam a lidar melhor com o estresse

Por: Redação Comunicar erro

Com as mudanças na rotina moderna, a ansiedade e o estresse se tornaram cada vez mais comuns no nosso dia-a dia. Além de desgaste psicológico, essas condições prejudicam a qualidade de vida, podendo causar inclusive males físicos.

Algumas dicas, além é claro do tratamento adequado com um profissional especializado, ajudam a lidar melhor com o estresse, mantendo sua saúde em dia e alcançando maior equilíbrio em sua vida.

Crédito: Tero Vesalainen/iStockPanic attack in public place. Woman having panic disorder in city. Psychology, solitude, fear or mental health problems concept. Depressed sad person surrounded by people walking in busy street.

1 – Mantenha uma boa rotina de sono

O ideal é dormir oito horas por dia para manter seu organismo saudável. O sono é indispensável para repor as energias, descansar o corpo e a mente e até melhorar seu humor, já que a falta de descanso pode gerar reações como irritação e impaciência.

2 – Pratique exercícios regularmente

Além de servir como válvula de escape, ao praticar uma atividade física seu corpo libera hormônios que contribuem para o seu bem-estar, diminuindo assim o estresse e proporcionando uma sensação de relaxamento ao final do dia.

3 – Atividades relaxantes são uma boa alternativa

A adoção de atividades e práticas complementares como yoga, acupuntura ou meditação pode ser de grande ajuda para reduzir o estresse. Elas envolvem silêncio e tranquilidade para chegar a um alto nível de repouso e calma (no caso da yoga ou meditação) e estimulam pontos essenciais do corpo (no caso da acupuntura) tanto para mente quanto para o corpo.

4 – Mantenha sua mente ocupada

Em meio a pensamentos negativos,sobre problemas e aflições, procure algo para manter sua mente positiva. Tenha e pratique novas ideias, crie, use seu pensamento para o seu próprio bem.

5 – Faça o que te faz bem

Que tal separar um tempo para o lazer? Divirta-se e se distraia com seus hobbies. Esportes, música, artes manuais, cinema ou natureza: aproveite seu momento de ser você mesmo fazendo o que gosta, seja qual for o seu gosto ou estilo.

6 – Organize seu espaço

Você sabia que a forma como está organizado o ambiente em que você vive pode influenciar o seu comportamento? Manter seu cantinho organizado, além de poupar o tempo de procurar coisas em meio a bagunça, ajuda a transmitir uma sensação de tranquilidade e satisfação consigo mesmo.

7 – Cuide da sua alimentação e hidrate-se

Ao ingerir alimentos saudáveis, o corpo absorve nutrientes importantes para a manutenção do nosso bem-estar geral. Além disso, uma alimentação equilibrada traz diversos benefícios a saúde física e mental. Mas não se esqueça também de se manter hidratado para o bem do seu organismo!

8 – Busque satisfação em seu trabalho

Procure trabalhar com o que você realmente gosta. Mas, caso não seja totalmente possível neste momento ou por um tempo, evite se sobrecarregar e reserve sempre um tempo para descansar seu corpo e a mente.

9 – Fuja de vícios

Todo hábito em excesso é prejudicial. Vale essa mesma observação também para as redes sociais. O seu uso deve ser equilibrado, já que afeta diretamente o convívio social e pode influenciar na autoestima e nas relações pessoais, contribuindo para a ansiedade e estresse.

10 – Corte o mal pela raiz

Se você souber as principais causas do seu estresse, mantenha distância, se puder. Tente, dentro do possível, eliminar situações, tarefas, e até mesmo o contato com pessoas e situações que possam ser prejudiciais a sua saúde mental. Colocar-se como prioridade é autocuidado.

11 – Evite procrastinar

Diminua o hábito de “deixar para amanhã o que se pode fazer hoje”. O acúmulo de tarefas pode causar ou piorar o estresse em meio à sensação de sufocamento e perda de controle sobre suas atividades.

12 – Desacelere

Rapidez nem sempre representa qualidade. Em vez de correr com as tarefas ou fazer várias delas ao mesmo tempo e sem a concentração necessária, prefira fazer com calma para não acabar tendo que reiniciar todo o trabalho por insatisfação com o resultado final.

13 – Saiba a hora de procurar ajuda profissional

Se o estresse estiver intenso a ponto de atrapalhar sua rotina e representar um risco mais alto à sua saúde, não hesite em procurar ajuda. Lembre-se, seu bem-estar também conta com o seu apoio para se manter 100%!

Compartilhe:

1
03:38
Cuidados e prevenções para a saúde das mulheres
Dores menstruais parecem típicas, mas podem ser um sinal de endometriose. Hoje, a Dra. Luiza Cadioli, médica de família e comunidade, …
2
02:37
Saiba quais são os sintomas do Transtorno bipolar
O transtorno bipolar vai além das variações de humores. Hoje, o Dr. Jair de Jesus Mari, psiquiatra e professor da Unifesp, …
3
01:40
O que é a Fibromialgia e quais os sintomas?
Você já sentiu dores intensas em algumas partes do corpo? Hoje, a Dra. Luiza Cadioli, médica de família e comunidade, fala …
4
04:15
Quais são os sintomas que indicam diabetes?
Você sente uma fome excessiva, mas não consegue identificar o por quê? Hoje, a Dra. Luiza Cadioli, médica de família e …
5
04:43
Quais são os sintomas da Esquizofrenia?
A esquizofrenia é um dos tipos da psicose, que é um sintoma que descreve condições que afetam a mente. Hoje, o …
6
03:10
Como os fatores sociais impactam a expectativa de vida
Saneamento básico e desemprego são alguns dos fatores que podem impactar diretamente com a nossa longevidade. Hoje, a Dra. Aline de …
7
01:28
Psicose: saiba como identificar
Pensamentos vagos e incoerentes? Como identificar um surto psicótico? Hoje, o Dr. Jair de Jesus Mari, fala sobre os sintomas da …
8
02:11
Saiba como identificar os sintomas da diverticulite
A diverticulite tem se tornado uma doença comum, principalmente para pessoas acima dos 60 anos. Hoje, o Dr. Raul Cutait, médico …