3 dicas para conectar-se com você mesmo no inverno

O inverno é uma estação que inspira recolhimento e conexão consigo mesmo

No inverno, a natureza e os animais se recolhem. Tudo é mais silêncio. Os dias são mais curtos para nos lembrar como é importante diminuir as horas de ação e atividade, e aumentar as horas de pausa e descanso. Mas esse recolhimento também é interno. É importante voltarmos para nós mesmos. Estarmos mais atentos, sintonizados e próximos dos nossos corpos, necessidades, cuidados, emoções, pensamentos e sim, da espiritualidade

Essa fase é uma excelente oportunidade de revisar e aprofundar ou iniciar-se em alguma prática ou caminho de espiritualidade que faça sentido para você. É responder e atender aos chamados da alma. Veja abaixo três dicas para conectar-se com o inverno dentro e fora de nós:

1. Aumente o tempo de não-ação

Estamos tão acostumados a fazer e agir que esquecemos que a não-ação também é uma ação preciosa. Reserve na agenda e no seu dia a dia um momento para não fazer nada, não pensar e não querer nada. Se dê alguns minutos ou quem sabe, horas, de folga. Sim, você pode! Tempo da internet, tempo da rotina, tempo do que preciso fazer, tempo dos outros. É um tempo para si, precioso que você precisa resgatar. E verá como é recompensador fazê-lo.

2. Solitude

mulher com caneca e livro na mão
Crédito: Fotyma/istockEstação exige nos conectar com nós mesmos

Sejamos mais como inverno. Aproveite esse momento e se questione se realmente é necessário checar se tem mensagens novas o tempo inteiro e se precisa fazer tanta coisa mesmo no final de semana, dando um tempo para poder ter a possibilidade de executar tarefas do seu próprio interesse. O inverno e a solitude nos ensina algo muito precioso que é parar para ouvir. Porque em meio a tanto ruído acabamos não ouvindo mais o que importa de verdade.

3. Sonhe

Vejo que, no geral, desaprendemos a sonhar. Sonhar é preciso sim e é tão importante quanto racionalizar. Já que o inverno é o período ideal para colocar sementes no fundo da terra, que simboliza o ambiente fértil dentro de nós.

Não pise no acelerador e não racionalize, cortando o barato dos seus sonhos. É hora de voar. Vai valer a pena ver os resultados do que semeamos no campo dos sonhos quando chegar a primavera, tempo de colher.

Continue lendo e entenda a correlação entre inverno, feminino e lua nova

Texto produzido por Ana Paula Malagueta e publicado no Personare.

Em parceria com Personare

Compartilhe:

Tags:#Saúde