Últimas notícias:
Loading...

7 anti-inflamatórios naturais que estão na sua cozinha

Incorporar esses anti-inflamatórios naturais na alimentação e rotina diária pode ser uma estratégia eficaz para combater a inflamação

Incorporar esses anti-inflamatórios naturais na alimentação e rotina diária pode ser uma estratégia eficaz para combater a inflamação – iStock/Getty Images
Créditos: Getty Images/iStockphoto
Incorporar esses anti-inflamatórios naturais na alimentação e rotina diária pode ser uma estratégia eficaz para combater a inflamação – iStock/Getty Images

Resposta natural do nosso corpo a lesões ou infecções, a inflamação crônica pode provocar problemas de saúde que eventualmente podem se tornar quadros clínicos de maior gravidade. Por isso, o consumo de anti-inflamatórios naturais é fundamental para inibir o processo de infecção e fortalecer o sistema imunológico.

Segundo especialistas, o sistema imunológico é ativado quando o corpo reconhece qualquer coisa estranha – como um microorganismo invasor, pólen de planta ou produto químico. Esse processo é chamado de inflamação.

Contudo, não é incomum casos de persistência da inflamação associado a doenças como câncer, doenças cardíacas, diabetes, artrite, depressão e Alzheimer.

Incorporar esses anti-inflamatórios naturais na alimentação e rotina diária pode ser uma estratégia eficaz para combater a inflamação e promover uma vida mais saudável. No entanto, é importante lembrar que cada pessoa é única e os resultados podem variar. Também é importante evitar uma dieta inflamatória.

Conheça abaixo os melhores anti-inflamatórios naturais, apoiados por pesquisas, que você pode incluir em sua rotina sem grandes efeitos colaterais.

Anti-inflamatórios naturais

1. Cúrcuma
A cúrcuma é conhecida por seu principal composto ativo, a curcumina, que possui fortes propriedades anti-inflamatórias. Ela tem sido estudada por seus efeitos positivos em diversas condições inflamatórias, como artrite e doenças cardiovasculares.

2. Ômega-3
Os ácidos graxos ômega-3, encontrados em peixes como o salmão e a sardinha, têm propriedades anti-inflamatórias comprovadas. Incluir alimentos ricos em ômega-3 na dieta pode ajudar a reduzir a inflamação e melhorar a saúde cardiovascular.

3. Chá Verde
O chá verde é rico em antioxidantes chamados catequinas, que podem ajudar a combater a inflamação e reduzir o estresse oxidativo no corpo.

4. Gengibre
O gengibre contém gingerol, uma substância que possui propriedades anti-inflamatórias e antioxidantes. O consumo regular de gengibre pode ajudar a aliviar dores musculares, náuseas e a reduzir a inflamação.

5. Chá Verde
O chá verde é rico em antioxidantes chamados catequinas, que podem ajudar a combater a inflamação e reduzir o estresse oxidativo no corpo.

6. Alho
O alho contém compostos como a alicina, que possuem efeitos anti-inflamatórios e podem ajudar a fortalecer o sistema imunológico.

7. Pimenta Caiena
A pimenta caiena contém capsaicina, um composto que pode ajudar a aliviar a dor e reduzir a inflamação. Ela é frequentemente usada topicamente em pomadas para aliviar dores musculares e articulares.

Vilões da inflamação

Alguns alimentos podem contribuir para a inflamação crônica no corpo, quando consumidos em excesso ou em certas condições. Esses alimentos são geralmente ricos em gorduras trans, gorduras saturadas, açúcares refinados e carboidratos de alto índice glicêmico. Além disso, eles podem conter aditivos e compostos que podem desencadear reações inflamatórias em algumas pessoas. Alguns dos alimentos mais conhecidos por causar inflamação incluem:

  • carboidratos refinados , como pão branco e doces
  • batatas fritas e outros alimentos fritos
  • refrigerantes e outras bebidas açucaradas
  • carne vermelha (hambúrgueres, bifes) e carne processada (cachorro-quente, linguiça)
  • margarina, gordura vegetal e banha.