As diferenças entre hipotireoidismo e hipertireoidismo

Por: Redação

De acordo com o IBGE, disfunções na tireoide atingem por volta de 15% da população brasileira – principalmente o sexo feminino. Além disso, outros dados informam que cinco milhões de mulheres não sabem que têm algum tipo de problema na glândula por desconhecimento dos sintomas.

Neck pain
Crédito: Getty Images/iStockphotoCinco milhões de mulheres desconhecem que têm problemas na tireoide

O site Minha Vida explica que a tireoide libera dois hormônios de extrema importância para o funcionamento do organismo. Eles regulam a velocidade do metabolismo e auxiliam no desempenho de alguns órgãos do corpo.

Há, no entanto, dois tipos de problemas que envolvem a glândula: o hipotireoidismo e o hipertireoidismo. Segundo especialistas, o primeiro pode ser classificado como a baixa produção dos hormônios produzidos pela tireoide e o segundo significa que a glândula encontra-se exageradamente ativa, produzindo uma excessiva quantidade de hormônios.

Para entender as causas, sintomas e tratamentos confira a matéria na íntegra aqui. 

Compartilhe: