Últimas notícias:

Loading...

Atriz Dani Moreno descobre doença degenerativa; veja sinais

Artista que sofre de dores intensas em repouso, também conhecida como dor da morte, vai iniciar o tratamento pelo SUS

Por: Redação

A Atriz Dani Moreno, que já atuou nas novelas da Record TV, como “Gênesis” e “Amor Sem Igual”, descobriu, aos 35 anos, que sofre de uma doença degenerativa. Em seu Instagram, ela contou os detalhes sobre o diagnóstico para espondilite anquilosante.

Segundo Dani, desde quando ela era pequena, a doença já dava sinais. “Inflamações e infecções diversas e repetidas; dificuldade em me sentir bem com alguns alimentos, especialmente o glúten; cansaço avassalador sem porquê nem pra quê; dores que me travavam o pescoço a ponto de colocar colar cervical aos 7 anos”, relatou.

O diagnóstico, no entanto, só veio agora, após seis meses de dores que só passavam quando ela se exercitava.

Segundo ela, ter descoberto a enfermidade no estágio inicial lhe dá chances de prevenir sequelas graves que a limitariam em uma idade mais avançada.

dani moreno
Crédito: Reprodução/Instagram/Dani_morenoAtriz Dani Moreno é diagnosticada com doença degenerativa

A atriz conta que a Yoga virou seu alívio diário e que tratamento já está encaminhado. “O próximo passo, é tomar as injeções imunossupressoras. Elas custam mais de 10 mil cada. Preciso de 2 por mês. E quem vai me salvar? Ele mesmo, o SUS”, escreveu a atriz.

Espondilite anquilosante

Espondilite anquilosante é uma doença autoimune degenerativa grave. É um tipo de reumatismo, que causa inflamação principalmente na coluna vertebral e nas articulações da região dos quadris e ombros.

A doença é associada à rigidez matinal da coluna e causa dor intensa em repouso, também conhecida como dor da morte. O desconforto melhora com exercício ao longo do dia.

espondilite anquilosante
Crédito: Pornpak KhunatornEspondilite anquilosante causa dores principalmente na coluna

A causa ainda não é claramente conhecida, assim como os fatores de risco. No entanto, já se sabe que o tabagismo e quadros inflamatórios intestinais causados por alguns germes podem causar o surgimento dos sintomas.

Sinais e sintomas

  • dores nas costas contínua e significativa
  • dor nas nádegas, que às vezes se espalha pela parte de trás das coxas
  • dor nas articulações
  • cansaço
  • perde de apetite
  • perda de peso sem motivo aparente
  • dificuldade na mobilização

Além disso, segundo o Ministério da Saúde, podem ocorrer manifestações extra-articulares, tais como inflamação nos olhos, conhecida como uveíte anterior aguda, problemas cardíacos, fibrose de lobos pulmonares, compressão nervosa e problemas renais.

Tratamento

Não existe cura para a espondilite anquilosante, mas o tratamento precoce e adequado consegue aliviar a inflamação e a dor, além de estacionar a progressão da doença.

O tratamento desses pacientes costuma envolver uma equipe multidisciplinar de especialistas, como o reumatologista, fisiatra, educador físico e psicólogo.

Além de medicamentos, como os antiinflamatórios não hormonais, analgésicos e imunossupressores, o paciente pode precisar de fisioterapia, correção postural e exercícios adaptados para cada caso.

Compartilhe: