CORONAVÍRUS
Loading...
Últimas notícias e tudo que você precisa saberAtualizando informações
Infectados-
Mortes-
Recuperados-

Autocuidado além do skincare e a positividade tóxica

A raiz dos problemas com a autoestima é bem mais profunda que o cuidado com a pele

Por: Superela

Neste texto vamos falar sobre autocuidado abordando três tópicos:

  • A pele perfeita não existe;
  • Autocuidado não é apenas skincare;
  • Positividade tóxica: você NÃO precisa parecer estar bem.
positividade toxica
Crédito: ReproduçãoAutocuidado vai muito além do skincare

Decidi tratar desses assuntos após eu mesma ser vítima de uma corrente de bombardeios de posts e conversas inúteis sobre skincare, como se fosse um culto à busca pela pele perfeita.

Algo que não leva em consideração que a raiz dos problemas com autoestima é bem mais grossa e profunda.

Junto a isso, o que também estoura a minha paciência são as constantes postagens motivacionais, muito bem intencionadas, mas que, nós sabemos, não ajudam em nada sozinhas ou acabam por se tornarem vazias.

A partir do que escrevo aqui, espero deixar entendido que ninguém é obrigada a aderir a esta busca. Com tantas questões e problemas superiores, ninguém é obrigada a se preocupar em ter uma pele lisa como a de um bebê. E simultaneamente, também ninguém é obrigado a demonstrar felicidade, positividade, gratidão e amor 24h por dia.

Sendo mulheres, sempre fomos cobradas por um autocuidado estético e um equilíbrio emocional impecáveis.

Se você falha nessas duas coisas, você é uma desleixada histérica. Um combo das melhores formas que o mundo encontrou para ofender mulheres.

O curioso é que o surgimento da corrente “empoderadora” parecia que iria nos emancipar disso. Engano total. Apenas disfarçou o que continuou a existir.

A mesma revista que diz que não somos obrigadas a nada e que devemos nos amar como somos, anuncia produtos que prometem acabar com as nossas naturalidades: as estrias e linhas de expressão no rosto.

É assim que a industria atua. Ela não está nem aí de verdade para o seu “autocuidado” ou para a sua autoestima.

Os mesmos homens maravilhosos, hippies a favor das mulheres, que nos exaltam e dizem que somos “Deusas”, postam que devemos aprender a perdoar todos os que nos fizeram mal. Sem levar em consideração que nesse “todos” estão inclusos nossos agressores, abusadores, pais negligentes, etc. Esta é a unica forma de sermos LIVRES e devemos esbravejar GRATIDÃO.

E daí que você estava num relacionamento supertóxico que lhe tirou toda a vontade de viver?

Você deve levantar da cama, não interessa como (mas, de preferência sem remédios, lógico, tem que ser de maneira natural, mesmo que doa mental e fisicamente) e berrar GRATIDÃO.

Este post não tem o intuito de dizer o que você deve ou não fazer

Skincare é bom, mas sozinho não irá apagar anos de porrada da vida como a revista tal e a blogueirinha tal querem que acreditemos.

E por mais que posts de GRATIDÃO sejam ingenuamente bem intencionados, não são terapia profissional.

Espero me fazer entendida.

A pele perfeita não existe

Continue lendo aqui: autocuidado além do skincare e a positividade tóxica!

Texto escrito por Barbara Fratis e publicado no Superela

Compartilhe:

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.