Últimas notícias:

Loading...

Câncer que matou Nara Almeida é mais comum em homens

Saiba como identificar a doença de forma precoce

Por: Redação
Nara Almeida morreu vítima de câncer no estômago

O câncer no estômago que causou a morte da modelo Nara Almeida na última segunda-feira, 21, é mais comum em homens com idade acima dos 50 anos, segundo afirma a Associação Brasileira de Endoscopia Digestiva (Sobed).

De acordo com o órgão, esse tipo de câncer não costuma ser muito comum em pessoas do sexo feminino. No caso da influenciadora digital, houve uma metástase no peritônio, o que também é considerado raro em mulheres com idade inferior a 25 anos.

A doença de Nara Almeida também avançou para outros órgãos, como fígados e pâncreas, o que diminuiu drasticamente a perspectiva de cura. Segundo a Sobed, esse tipo de câncer pode ser desencadeado por fatores ambientais, ligados à rotina da pessoa, além de fatores genéticos.

Nara Almeida compartilhava sua luta contra um câncer raro no estômago aos fãs nas redes sociais

Ainda de acordo com a Sobed, os sintomas iniciais da enfermidade são enjoo, dor leve no estômago e queimação persistente, o que pode ser confundido com azia, fazendo com que o paciente procure ajuda médica de forma tardia.

A entidade acredita que nos próximos dois anos surgirão 20 mil novos casos da doença no país, sendo que a maioria entre homens. Entre os tipos de câncer, o gástrico é o terceiro que mais mata pessoas do sexo masculino e a quinta maior causa de morte de mulheres.

Especialistas recomendam que indivíduos com mais de 30 anos que apresentem sintomas como dores recorrentes e persistentes na região do estômago, associadas à perda de apetite e anemia, procure um médico para averiguações mais profundas.

Leia tambémMédico desenvolve método econômico e efetivo para curar anemia

Quando descoberta de forma precoce, as chances de cura são superiores a 80%. Quando o diagnóstico acontece de forma tardia, no entanto, a taxa de mortalidade é de oito em cada 10 pacientes.

Leia também:

Compartilhe:

?>