Casal afirma que o poliamor os ajuda a ter um lar mais feliz

Gracie, 48anos, e o marido Oz, 41, têm um casamento aberto. Eles participam de uma comunidade não monogâmica, na Califórnia, Estados Unidos, onde os membros tem a anuência de seus parceiros para ter relações sexuais extraconjugais.

Há seis anos Gracie e o primeiro marido, Hank, decidiram abrir seu casamento. Nessa época eles resolveram convidar Oz e seus dois filhos –Tallulah, atualmente com 16 anos, e Merlin, de 11 anos— para morar com eles. Valeria, namorada de Hank, também se mudou para a casa da família.

“Fazer sexo fora do casamento me torna uma mãe fantástica”, diz adepta do poliamor
“Fazer sexo fora do casamento me torna uma mãe fantástica”, diz adepta do poliamor

Segundo afirmou ao “Daily Mail”, Gracie acredita que esse acordo a ajudou inclusive a ser uma mãe melhor: “Fazer sexo fora do casamento me torna uma mãe fantástica, pois qualquer coisa que me deixe feliz e me dê energia faz com que eu seja uma mãe melhor. Se meus filhos pedissem para que eu parasse, não faria, pois não posso deixar de ser quem sou, não poderia deixar de viver a vida que gosto.”.

Inicialmente o casal Gracie e Hank permaneceu junto, enquanto mantinham os outros relacionamentos. Os quatro moraram juntos por quatro anos, mas com o tempo Gracie se aproximou mais de Oz e Hank de Valeria, então o casal inicial trocou de parceiros definitivamente e se separaram.

Gracie e Oz continuam frequentando a comunidade não monogâmica e não escondem seu estilo de vida dos filhos, que aceitam bem essa escolha, pois acredita que a liberdade sexual que tem ajuda a ter um lar mais feliz. Ainda assim, Gracie admite que sente certo ciúmes quando marido se relaciona sexualmente com outras mulheres.

Para o casal as relações extraconjugais também ajudam a manter a chama no relacionamento com o parceiro.  “Ser poliamoroso me ajuda a ter uma vida sexual melhor, não só fora, mas também dentro do casamento. É bom explorar, ter novas experiências, mas também é legal pegar esse conhecimento e trazer para a minha relação com a Gracie”, contou Oz ao “Daily Mail”.