CORONAVÍRUS
Loading...
Últimas notícias e tudo que você precisa saberAtualizando informações
Infectados-
Mortes-
Recuperados-

Em parto normal, mulher dá à luz bebê com mais de cinco quilos

Caso impressionou a equipe médica da maternidade Gota de Leite, em Marília, no interior de São Paulo

Por: Redação

Um parto normal em uma maternidade de Marília, no interior de São Paulo, impressionou a equipe médica do local. Isso porque Deborah Ferreira deu à luz um bebê de pouco mais de cinco quilos em um parto normal.

Segundo o G1, o pequeno João Emanuel nasceu no dia 20 de maio na maternidade Gota de Leite, e recebeu alta médica nesta quarta-feira, 27. A criança nasceu com 5, 360 kg e 54,5 centímetros.

parto normal cinco quilos
Crédito: Arquivo Pessoal / reprodução / G1Mulher dá à luz bebê de cinco quilos em parto normal no interior de SP

Contando com esse, Deborah e Erivânio Ferreira já têm três filhos. Antes do parto de João Emanuel acontecer, os pais já sabiam que a criança seria grande, como apontava o último exame de ultrassom, mas foram surpreendidos ao “quebrar a marca” dos cinco quilos.

Ainda conforme o hospital, Deborah teve os outros dois filhos também de parto normal na maternidade, que atende pelo SUS e incentiva o parto normal.

Parto normal e aleitamento materno: benefícios por toda vida

O leite materno, oferecido logo após o nascimento, é considerado o primeiro anticorpo do bebê – ele é rico em nutrientes e tem tudo que o recém-nascido precisa para se desenvolver. Combinado com um parto respeitado, no tempo da criança, oferece inúmeros benefícios para a saúde ao longo de toda vida.

De acordo com o The New York Times, um número cada vez maior de especialistas estão concentrando seus estudos no nascimento, especialmente na forma como o microbioma (população de micróbios em nossos corpos) é impactada, positiva ou negativamente, de acordo com a forma como os bebês nascem e se alimentam. Esses organismos desempenham importantes funções, como digestão de nutrientes, produção de vitaminas, estímulo de imunidade, combate às bactérias e desenvolvimento do intestino.

Um estudo dinamarquês considerando dois milhões de crianças nascidas entre 1977 e 2012 descobriu que aquelas que passaram por uma cesárea eram significativamente mais propensas que as nascidas por parto normal a ter asma, distúrbios sistêmicos do tecido conjuntivo, artrite juvenil, inflamações no intestino, deficiências de imunidade e leucemia.

Leia mais aqui.

Compartilhe:

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.