Últimas notícias:
Loading...

Endometriose pode ter relação com consumo de carne vermelha

A endometriose ocorre quando as células que revestem o útero são encontradas em outras partes do corpo

Um estudo sobre a saúde feminina, que durou 22 anos e entrevistou quase 82.000 pessoas nos EUA, descobriu que mulheres que comem menos carne vermelha têm menor risco de desenvolver endometriose, relata o ABC News.

A endometriose ocorre quando as células que revestem o útero são encontradas em outras partes do corpo, como ao redor do intestino, da bexiga e dos ovários.

Carne vermelha é associada à endometriose
Carne vermelha é associada à endometriose

Todos os meses, essas células reagem como se estivessem no útero; elas se acumulam, depois se rompem e sangram, causando dor, fadiga e aumentando o risco de infertilidade, além de problemas intestinais e da bexiga. A doença afeta uma em cada dez mulheres no mundo e a causa exata ainda é desconhecida.

O estudo, conduzido por pesquisadores do Fred Hutchinson Cancer Research Centre, em Washington, capital dos Estados Unidos, e foi publicado no Journal of Obstetrics & Gynecology.

Endometriose acomete mulheres a partir da primeira menstruação e pode se estender até a última
Créditos: Vonschonertagen/istock
Endometriose acomete mulheres a partir da primeira menstruação e pode se estender até a última

Confira a matéria completa na ANDA (Agência de Notícias de Direitos Animais).

Em parceria com ANDA

Agência de Notícias de Direitos Animais e maior portal de notícias sobre animais do mundo.