Estudo encontra relação entre esta bebida e câncer de fígado

Consumo regular da bebida resultou em aumento de 85% no risco de desenvolver a doença

Pesquisadores descobrem relação entre bebidas adoçadas com açúcar e câncer de fígado
Créditos: marina.red.retouch@gmail.com/DepositPhotos
Pesquisadores descobrem relação entre bebidas adoçadas com açúcar e câncer de fígado

Em um novo estudo, pesquisadores descobriram uma ligação entre bebida açucarada e câncer de fígado.

De acordo com a investigação, mulheres do estudo que consumiam bebidas adoçadas com açúcar diariamente tinham risco aumentado de desenvolver esse tipo de câncer.

Além disso, elas também corriam mais risco de morrerem por doença hepática crônica.

Os pesquisadores publicaram os resultado na revista científica JAMA – The Journal of the American Medical Association, em agosto de 2023.

Detalhes do estudo

Liderado por pesquisadores do Brigham and Women’s Hospital, afiliado à Universidade de Harvard, o estudo observacional incluiu quase 100.000 mulheres na pós-menopausa.

A pesquisa acompanhou as participantes por uma média de mais de 20 anos.

Os pesquisadores analisaram a incidência de câncer de fígado e a morte devido a doença hepática crônica, como fibrose, cirrose ou hepatite crônica.

Um total de 98.786 mulheres na pós-menopausa participaram das análises finais. Os  pesquisadores observaram que 6,8% de mulheres que consumiam uma ou mais bebidas adoçadas com açúcar diariamente tinham um risco 85% maior de câncer de fígado.

Elas também tinham um risco 68% maior de mortalidade por doença hepática crônica em comparação com aquelas que consumiam menos de três bebidas adoçadas com açúcar por mês.

Consumo regular de bebidas açucaradas, como refrigerantes, resultou em aumento de 85% no risco de câncer de fígado
Créditos: Yurii Yarema/istock
Consumo regular de bebidas açucaradas, como refrigerantes, resultou em aumento de 85% no risco de câncer de fígado

Os autores observam que o estudo foi observacional, ou seja, não se pode estabelecer causa e efeito. A pesquisa também se baseou em respostas autorrelatadas sobre ingestão, teor de açúcar e resultados.

Segundo eles, mais estudos são necessários para validar essa associação de risco e determinar por que as bebidas açucaradas parecem aumentar o risco de câncer de fígado. 

Quais os fatores de risco para câncer de fígado?

Os fatores de risco para câncer de fígado incluem infecções crônicas pelos vírus da hepatite B e C, que podem levar à cirrose hepática, uma condição em que o tecido saudável do fígado é substituído por tecido cicatricial.

Além disso, o consumo excessivo de álcool é um fator significativo, pois pode causar danos ao fígado e também levar à cirrose.

A doença hepática gordurosa não alcoólica, frequentemente associada à obesidade e ao diabetes tipo 2, também aumenta o risco.

Outros fatores incluem a exposição a aflatoxinas (toxinas produzidas por fungos em alimentos mal armazenados), doenças hepáticas hereditárias como a hemocromatose, e o tabagismo.

Além disso, a história familiar de câncer de fígado e a exposição a substâncias químicas tóxicas podem contribuir para o risco.

Sinais e sintomas de câncer de fígado

  • perda de peso não intencional
  • perda de apetite
  • sentir-se muito cheio após uma pequena refeição
  • náusea ou vômito
  • fígado aumentado
  • baço aumentado
  • dor no abdômen
  • inchaço ou acúmulo de líquido no abdômen
  • amarelecimento da pele e dos olhos (icterícia)