Publicidade

Informar

Febre amarela mata o músico e compositor Flávio Henrique

Por: Redação | Comunicar erro
...
Publicidade
Flávio Henrique

O músico e compositor Flávio Henrique morreu às 7h30 desta quinta-feira, 18 de janeiro, aos 49 anos, em decorrência de complicações causadas pela febre amarela.

Ele estava internado desde quinta-feira passada, 11, no Hospital Mater Dei, em Belo Horizonte, segundo informou a Secretaria de Estado de Cultura de Minas Gerais. O primeiro sintoma apresentado pelo cantor foi febre alta.

Flávio Henrique estava no Centro de Terapia Intensiva (CTI) desde o fim de semana com quadro clínico grave. Ainda não há informações concretas sobre o local de contaminação, nem sobre o velório.

  • Vacinação

A OMS (Organização Mundial de Saúde) incluiu nesta terça-feira, 16, todo o Estado de São Paulo no mapa das áreas com alto risco de contaminação de febre amarela. Portanto, veja os locais de vacinação:

  • Causas, prevenção e tratamentos
  • Carreira musical

Flávio fez parte do Quarteto Cobra Coral e teve mais de 180 músicas gravadas. Ele chegou a ser  parceiro de nomes como Paulo César Pinheiro, Chico Amaral, Milton Nascimento e Toninho Horta.

Em sua carreira, Flávio lançou oito CDs autorais e um DVD, e o último trabalho é o CD “Zelig”, de 2012.

Compartilhe:

Publicidade
Publicidade

Você sabe o que é feminicídio?

O restaurante de comida havaiana do ex-masterchef Ravi

Conheça o lavandário de Cunha

ASMR: O fenômeno do "orgasmo mental"

Publicidade