Últimas notícias:
Loading...

Hipertireoidismo: estes sinais indicam problema na tireoide

Hipertireoidismo afeta uma glândula que regula o funcionamento de órgãos como o coração, cérebro, fígado e os rins

Hipertireoidismo está associado uma série de sinais e sintomas, que incluem a sensação de calor excessivo e transpiração em excesso – iStock/Getty Images
Créditos: Getty Images
Hipertireoidismo está associado uma série de sinais e sintomas, que incluem a sensação de calor excessivo e transpiração em excesso – iStock/Getty Images

Condição que afeta a tireoide, o hipertireoidismo afeta uma glândula vital que regula o funcionamento de órgãos importantes como o coração, cérebro, fígado e os rins.

Muitas são as causas associadas ao hipertireoidismo, como o excesso de iodo em alguns medicamentos, o surgimento de nódulos na glândula tireoide, o funcionamento acelerado da tireoide ou a ingestão de hormônios tireoidianos.

Segundo especialistas, essa condição acontece por conta da produção excessiva dos hormônios tireoidianos T3 e T4, levando a uma série de sintomas, que incluem a sensação de calor excessivo e transpiração em excesso.

Sinais de alerta para o hipertireoidismo

Confundidos muitas vezes com outras condições de saúde, a sensação de calor excessivo e a transpiração intensa são sintomas comuns do hipertireoidismo.

Isso porque o aumento do metabolismo, causado pelos hormônios tireoidianos em excesso, estimula o corpo produzir mais calor, resultando em uma sensação de maior temperatura constante, mesmo em ambientes com temperaturas amenas.

Outra resposta do corpo provocada pelo hipertireoidismo é a transpiração excessiva, causada pelo esforço para manter a temperatura corporal em equilíbrio.

Outros sintomas

Segundo o Ministério da Saúde, o hipertireoidismo apresenta uma série de outros sintomas que podem indicar a presença da doença:

  • Um dos sintomas mais frequentes da Doença de Graves ocorre nos olhos. Podem ocorrer dor na movimentação, incômodo com a luz, olhos vermelhos e saltados;
  • Nervosismo, ansiedade e irritação, assim como mãos trêmulas e suor nas mãos;
  • Podem ocorrer de perda de apetite, intolerância a temperaturas quentes, intestino solto, fraqueza nos músculos, queda de cabelo, perda de cálcio nos ossos;
  • Aumento do volume da tireoide;
    Insônia;
  • Perda de peso resultante da queima de músculos e proteínas.

Diagnóstico

O diagnóstico do hipertireoidismo é realizado através de exames de sangue, que avaliam os níveis dos hormônios tireoidianos T3 e T4, geralmente elevados, e do hormônio regulador da tireoide, o TSH, que normalmente está suprimido.

Tratamento

O tratamento do hipertireoidismo é orientado pelo endocrinologista e depende das causas específicas da doença em cada paciente. Assim, pode incluir o uso de medicamentos antitireoidianos para bloquear a produção excessiva de hormônios, tratamento com iodo radioativo ou até mesmo cirurgia. O acompanhamento médico é essencial, com dosagens hormonais verificadas periodicamente para garantir a eficácia do tratamento.