Últimas notícias:

Loading...

Máscara PFF2: saiba como usar mais de uma vez de maneira segura

Cada vez mais popular, esse modelo profissional é indicado para ambientes fechados com pouca ventilação; veja por que ela é mais segura e como usar

Por: Redação
Ouça este conteúdo

Com a aceleração dos casos de covid-19 e o surgimento de variantes, usar máscaras caseiras de tecidos pode não ser suficientemente seguro. É por isso que alguns países, como a Alemanha, França e Áustria, passaram a exigir o uso de modelos profissionais em ambientes púbicos. Nos últimos meses, vários cientistas começaram a recomendar a utilização das máscaras PFF2 / N95, que oferecem um grau maior de proteção contra o coronavírus.

A lógica, defendem os especialistas, é que se todos usassem esse modelo, principalmente em lugares públicos fechados como no transporte público, o risco geral de infecção na sociedade diminuiria muito.

Mas vale dizer que recomendação para uso da PFF2 entre a população em geral não é uma unanimidade entre as entidades de saúde. A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) defende que máscaras de tecido de duas camadas são capazes de fornecer a proteção respiratória necessária contra o vírus.

Acontece que, de fato, a PFF2 (Peça Facial Filtrante) é superior às máscaras comuns porque possui um filtro eficiente para retenção de partículas contaminadas, os chamados aerossóis, que podem ficar suspensos no ar por horas, especialmente em ambientes sem ventilação. O poder de filtragem da PFF2 é superior a 95%.

Assim como as máscaras cirúrgicas, elas foram desenvolvidas para ser utilizadas em ambientes hospitalares. A diferença é que a máscara cirúrgica, embora possua um elemento filtrante, ela não protege adequadamente contra os aerossóis porque não mantém uma vedação adequada.

Já a PFF2 consegue reter bem as partículas de vários tamanhos expelidas pela boca e nariz do usuário, evitando que elas escapem pelas laterais e caiam no chão ou em superfícies ou fiquem pairando no ar.

máscara pff2
Crédito: Gregi69/istockMáscaras de proteção respiratória PFF2 são mais seguras, pois filtram e retêm partículas contaminadas em suspensão no ar

Veja abaixo como utilizar a máscara PFF2 maneira segura e esclareça outas dúvidas.

Como exatamente funciona a máscara PFF2?

O filtro presente na PFF2 garante a captação de partículas expelidas de diferentes tamanhos. Nessa filtragem mecânica, as partículas ficam presas nas fibras do material. Mas o sistema não para por aí.

Outras fibras com carga elétrica presentes nesse tipo de máscara faz o chamado processo de filtragem eletroestática, atraindo até mesmo as partículas que escapariam se existisse somente a filtragem mecânica.

PFF2, N95 ou KN95: afinal qual é a diferença?

Essas nomenclaturas equivalem a máscaras que possuem o mesmo padrão, mas são certificadas em locais diferentes. N95 é o nome que esse modelo leva nos Estados Unidos, já KN95 são as fabricadas para atender aos padrões chineses e PFF2 é o modelo de certificação brasileiro.

Com ou sem válvula?

Existem modelos com válvula, mas o mais recomendado é o sem esse mecanismo. A explicação é simples: a válvula de exalação permite que o ar quente expelido pelo usuário saia de dentro da máscara sem ser filtrado. Dessa forma, se a máscara estiver sendo usada por uma pessoa contaminada, isso vai expor as outras pessoas que estão à volta.

máscaras pff2
Crédito: TeamDAF/istockAs máscaras sem válvula são mais indicadas

Como usar?

  • Higienize as mãos antes de manipular a máscara;
  • Segure-a pelas alças para prendê-la na cabeça;
  • Encaixe a máscara sob o queixo, puxando a alça menor, posicionando-a na nuca
  • Ajuste a alça maior sobre a cabeça a pressione o clip ajustando-o ao nariz
  • Após o ajuste, expire fortemente
  • Caso o ar escape pelas extremidades da máscara, repita as fases anteriores com maior cuidado

Como tirar a máscara?

  • Para remover a máscara, retire-a pelos elásticos, tomando bastante cuidado para não tocar na superfície interna, nem externa.
  • Lembre-se sempre de lavar as mãos com água e sabão ou utilizar substância à base de álcool depois de retirá-la.

Por quanto tempo pode usar a máscara PFF2 sem realizar a troca?

Essa resposta depende. De acordo com o pesquisador em Engenharia Biomédica, Vitor Mori, membro do Observatório Covid-19 BR, dá para utilizá-la por um turno de trabalho (+/- 8 horas), mas se nesse período ela ficar úmida é preciso trocá-la.

É possível reutilizá-la?

Sim. Embora, essas máscaras tenham sido criadas para ser descartáveis, dada a situação da pandemia, virologistas e até fabricantes dizem que é possível reutilizá-la desde que respeitando alguns cuidados importantes.

Após o uso, o recomendável é deixá-la pendurada em algum local seguro e arejado, sem luz direta do sol. O vírus, se presente na máscara, é inativado com o tempo.

Qual o tempo necessário de descanso?

Isso vai depender do uso, segundo o pesquisador Vitor Mori. “Quanto maior a carga viral na máscara, maior o tempo que ela tem que descansar. Então, se você só saiu pra ir no mercado e voltar rapidinho, dá pra usar no dia seguinte”, explicou Mori em uma publicação no Twitter.

“Se você ficou em contato próximo e prolongado com alguém com covid confirmada, pelo menos 5-7 dias. Mas em geral, pra uso cotidiano (transporte público e trabalho) 3 dias parece de bom tamanho. Mas aí vai de você… Por exemplo, o CDC (Centro de Controle de Doenças) americano recomenda 5 dias”, acrescentou o pesquisador do Observatório Covid-19 BR.

Nesse período de descanso da máscara, o ideal é fazer um rodízio. Por isso, é interessante ter mais de uma desse modelo para ir intercalando.

Vale destacar que caso a máscara esteja rasgada, amassada ou com vincos, a proteção pode ficar comprometida e, portanto, ela deve ser descartada.

Precisa higienizar a máscara PFF2?

As máscaras de pano devem ser trocadas com frequência e lavadas para evitar que os vírus sobrevivam, mas isso NÃO deve ser feito com a PFF2. Usar qualquer tipo de produto pode danificar a barreira de proteção e comprometer sua eficiência.

Quantas vezes dá para reutilizá-la?

Com relação a esse ponto não existe um consenso. Alguns especialistas falam em 15 vezes, outros dizem que a validade é de 30 dias após o primeiro uso. De toda forma, a máscara não deverá ser reutilizada caso haja qualquer rasgo ou avaria em seu material e também se não estiver mais vedando bem o rosto.

Onde comprar?

O site PFF2 Para Todos  reúne algumas lojas que vendem máscara PFF2 pela internet. O valor varia muito, de acordo com o modelo, marca e demanda do momento. É possível encontrar modelos por R$ 2,05 e também por R$ 20. Apesar da diferença de preço, todas as máscaras PFF2 terão a mesma proteção, desde que tenham o selo do Inmetro.

É importante observar o modelo de amarração escolhido. Os elásticos devem ser os de cabeça e não de orelha para garantir uma vedação melhor do rosto. Evite comprar as KN95, pois são as que mais sofrem com a falsificação no mercado.

Por fim, é preciso considerar que apenas o uso de máscaras, sem adotar outras medidas preventivas, como a frequente higienização das mãos, não impede a transmissão da covid-19.

Fonte: pffparatodos.com, Observatório Covid-19 CDC, Fiocruz, Observatório Covid-19 BR.

Compartilhe: