Últimas notícias:

Loading...

Morador de SP que não esteve em Manaus é identificado com variante

De acordo com a prefeitura da capital paulista, o paciente apresentou sintomas leves e não precisou ser internado

Por: Redação
Ouça este conteúdo

A prefeitura de São Paulo informou na noite de sábado, 13, que identificou um caso da variante do coronavírus, conhecida como P.1 ou variante de Manaus, em um morador da cidade que não esteve na capital amazonense.

Segundo a administração municipal, o exame foi realizado pelo Instituto de Medicina Tropical da USP e o resultado saiu ontem.

O paciente apresentou sintomas leves e não precisou ser internado. Desde o final do mês de janeiro, quando surgiu  a variante de Manaus em pacientes vindos da capital amazonense, a Prefeitura de São Paulo destina o Hospital Municipal Dr. José Soares Hungria, em Pirituba, zona oeste da capital, para tratamento desta nova linhagem.

nova variante
Crédito: Appledesign/istockVariante de Manaus é identificada em morador de São Paulo que não esteve no Amazonas

Neste hospital, 10 leitos foram reservados para isolar e tratar os pacientes diagnosticados com a P.1.

A Secretaria da Saúde alerta a população sobre a maior transmissibilidade dessa variante “e recomenda a busca imediata do Serviço de Saúde do município de São Paulo em caso de qualquer sintoma da doença – tosse, febre, dor de cabeça, entre outros.”

Desde sua descoberta, em janeiro, em viajantes japoneses que estiveram em Manaus, a variante de Manaus já foi identificada em 10 estados brasileiros e em pelo menos 8 países.

A Organização Mundial da Saúde (OMS) acompanha com preocupação essa nova variante. Na última terça-feira, a entidade alertou que as mutações encontradas nessa cepa podem reduzir a neutralização por anticorpos. A OMS, no entanto, frisou que estudos adicionais são necessários para avaliar isso e também se há mudanças na transmissão, severidade dos sintomas.

Compartilhe: