Últimas notícias:
Loading...

Os melhores exercícios para controlar pressão alta, segundo especialistas

Agachamento e prancha são as melhores formas de reduzir a pressão arterial e controlar a hipertensão; entenda os motivos

Pressão alta: Os exercícios isométricos têm a intenção de aumentar a força muscular sem envolver movimentos articulares – iStock/Getty Images
Créditos: Getty Images
Pressão alta: Os exercícios isométricos têm a intenção de aumentar a força muscular sem envolver movimentos articulares – iStock/Getty Images

Agachamento e prancha são as melhores formas de reduzir a pressão arterial e controlar a hipertensão, indica levantamento conduzido por especialistas do Reino Unido.

Para entender os efeitos desses exercícios, a pesquisa publicada no British Journal of Sports Medicine analisou quase 16 mil pessoas em ensaios clínicos e concluiu que atividades isométricas, como agachamento na parede e prancha, reduzem mais a pressão arterial em comparação com os exercícios aeróbicos.

Isso porque o autor do estudo, Jamie O’Driscoll, da Canterbury Christ Church University, explica que esses exercícios são responsáveis por criar uma tensão muscular quando mantidos por dois minutos e, em seguida, causam um aumento repentino no fluxo sanguíneo quando relaxados. Esse aumento no fluxo sanguíneo é benéfico para a saúde cardiovascular.

Quanto tempo para cada exercício?

Por sobrecarregar o coração, vasos sanguíneos e outros órgãos, aumentando consideravelmente o risco de doenças graves como ataques cardíacos, a hipertensão arterial pode ser reparada por meio da adoção de hábitos saudáveis, alimentação adequada e prática de exercícios.

Com base nas novas descobertas, O’Driscoll sugere que incluir quatro séries de dois minutos de agachamento na parede ou prancha, com dois minutos de descanso entre elas, três vezes por semana. Essa rotina, segundo especialistas, pode ser o suficiente para o controle da pressão arterial.

A British Heart Foundation ressalta ainda que esses tipos de exercício são benéficos para a saúde do coração e podem reduzir em até 35% o risco de doenças. É essencial, no entanto, praticar exercícios que sejam agradáveis, pois isso pode incentivar a continuidade do hábito e, consequentemente, manter a pressão arterial sob controle.