Quatro alimentos naturais que são prejudiciais à saúde

Por: Redação | Comunicar erro

Alimentos naturais nem sempre são benéficos para a saúde. Alguns nutrimentos têm fatores antinutricionais.

Tais elementos interferem na digestibilidade, absorção ou utilização de nutrientes e, se ingeridos em altas concentrações, podem ser prejudiciais à saúde.

Neste sentido o site ‘Minha Vida’ divulgou uma lista de quatro alimentos naturais que podem colocar em risco o bem-estar do ser humano.

  • Carambola
Reprodução
Carambola pode ser prejudicial a funcionamento dos rins

A fruta é composta de ácido oxálica que em quantidade elevada na urina aumenta a formação de cálculos de cálcio renais. Assim, quando comida em excesso, a carambola pode causar pedras nos rins.

  • Castanha do Pará
Reprodução
Consumo de castanha do Pará em excesso pode trazer distúrbios gastrointestinais 

Consumir além de seis castanhas do Pará por dia pode ser prejudicial para a saúde. Isto porque o alimento tem 542 mcg de selênio, aproximadamente 774% da recomendação diária.

O consumo exacerbado de castanhas pode levar o organismo a uma condição tóxica conhecida como selenose. Os sintomas incluem náuseas, vômitos, dor abdominal, fadiga, irritabilidade, descamação das unhas, perda de cabelo, mau hálito, distúrbios gastrointestinais e danos ao sistema nervoso.

  • Mandioca

    Reprodução
    Consumo de mandioca em excesso pode causar fadiga

A mandioca da espécie Mahihot Esculenta, mais conhecida como mandioca brava, representa um risco para a saúde.

O alimento é rico em glicosídeos cianogenéticos que liberam uma substância chamada ácido cianídrico que é responsável por causar cansaço, fraqueza muscular, agitação, falta de ar, confusão mental e convulsão.

É recomendado que o alimento seja consumido após ser submetido à temperaturas elevadas que destroem o efeito do ácido cianídrico.

  • Cogumelos

    Reprodução
    Algumas espécies de cogumelos são venenosas

É importante ficar atento ao ingerir cogumelos. Cerca de 4 mil espécies são venosas. Os mais comuns são o shimeji, shitake, champignon, Portobello, cogumelo-do-sol, hiratake, cogumelo salmão e cogumelo rei.

Para evitar as espécies venenosas, é importante ter informações sobra a origem do cogumelo, dados sobre o produtor, número de lote, entre outros.

Todas as imagens: Reprodução/Minha Vida. 

Veja mais três alimentos. Leia a matéria completa.

Compartilhe:

1 / 8
1
02:37
A primeira vez no ginecologista
A Dra. Marianne Pinotti, ginecologista e obstetra fala sobre a primeira consulta no ginecologista. Tem um momento exato para a primeira …
2
03:53
Decisão da Anvisa deve liberar a maconha medicinal no país
A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) aprovou duas propostas que podem liberar a maconha para fins medicinais e científicos …
3
02:51
O que é o projeto Cuide-se
Em parceria com a ONG Horas da Vida, o Catraca Livre produz vídeos com especialistas para dar dicas de saúde. No …
4
02:18
Vacina contra a gripe é liberada para toda a população
O Ministério da Saúde estendeu a campanha de vacinação contra a gripe para toda a população enquanto durarem estoques dos …
5
05:00
Quais os sintomas que a maconha pode trazer?
Dr. Jair de Jesus Mari, professor titular de psiquiatria da UNIFESP , fala sobre os sintomas que o uso de …
6
03:19
Natureza contra a depressão
A depressão é uma das doenças mais comuns do mundo moderno em grandes cidades e a falta de contato com …
7
02:42
Reconheça facilmente os níveis da depressão
Dr. Jair de Jesus Mari, professor titular de psiquiatria da UNIFESP , fala sobre os principais sinais da ansiedade. Esse vídeo …
8
03:20
Saiba o que é a doença “Pescoço de Texto”
Juliana Santos, Terapeuta Manual de dores crônicas e agudas fala sobre a doença de Pescoço de Texto. Esse vídeo faz parte …