Publicidade

Informar

Risco de morrer após ataque cardíaco é maior durante o inverno

Por: Redação | Comunicar erro
...
Publicidade
Crédito: Getty ImagesRisco de morrer dentro de 30 dias de um ataque cardíaco grave é quase 50% maior no inverno

Um estudo realizado por médicos cardiologistas do hospital britânico Leeds General Infirmary constatou que os ataques cardíacos são mais fatais no inverno.

Para chegar a essa conclusão, os pesquisadores compararam dados de 4.056 pacientes que receberam tratamento após um ataque cardíaco. O risco de morrer dentro de 30 dias de um ataque cardíaco grave foi quase 50% maior nos seis meses mais frios, em comparação com os seis meses mais quentes, disseram os pesquisadores.

“Não há razão física para que um ataque cardíaco, mesmo o mais grave, seja mais mortal no inverno do que no verão, por isso precisamos fazer mais pesquisas para encontrar a causa dessa diferença e remediá-la”, disse Arvin Krishnamurthy, um dos médicos que liderou o estudo.

No entanto, tempo maior de tratamento, hospitalização e aumento na prevalência de infecções associadas ao inverno podem ser fatores que expliquem a letalidade da ocorrência.

A parada cardíaca ocorre quando o coração para repentinamente de bombear sangue pelo corpo, enquanto o choque cardiogênico ocorre quando o coração não consegue bombear sangue suficiente para atender às necessidades do corpo.

Leia também:

Compartilhe:

Publicidade
Publicidade

Você sabe o que é feminicídio?

O restaurante de comida havaiana do ex-masterchef Ravi

Conheça o lavandário de Cunha

ASMR: O fenômeno do "orgasmo mental"

Publicidade