Saiba por que não se deve usar floral de Bach Rescue regularmente

O trabalho terapêutico com florais ajuda na ansiedade e no estresse, mas é preciso saber a hora de usar

Por: Personare Comunicar erro

Podemos enfrentar no dia a dia diversos momentos de instabilidade. Mudança de trabalho, falar em público, se deparar com uma notícia ruim, terminar uma relação, etc. Sendo assim, o floral de Bach Rescue é um aliado para lidar nessas situações difíceis. Contudo, é importante estarmos atentos aos riscos do uso frequente.

Entenda quais são os riscos do uso frequente do floral Bach Rescue
Uso aplaca ansiedade, estresse e medo, mas não elimina a necessidade cuidar da causa dos sintomas. Foto: Bigstock

Use com responsabilidade

É preciso deixar claro sobre a utilização deste floral. Ele não deve ser usado como tratamento na sua rotina, mas sim um resgate como o próprio nome diz (“rescue” = resgate). Se você sente que está em um estado constante de desequilíbrio, convivendo com medos conhecidos e desconhecidos, ansiedades, ou se sua mente anda muito agitada, minha sugestão é para que você cuide de forma específica para a causa de todos esses sintomas.

Só que o risco de usar o floral como tratamento é que ele pode ter sua eficácia reduzida, não apresentando o resultado esperado quando você precisar dele. Além de prejudicar o olhar sobre a causa do sintoma o que pode fazer com que te deixe dependendo de algo externo para aliviar as suas dores.

O trabalho terapêutico com florais ajuda em diferentes aspectos da vida, mas é preciso que você consulte uma terapeuta floral, dessa forma, conseguirá combiná-los para obter um resultado melhor e duradouro.

Continue lendo e descubra a composição de cada floral para entender o que eles trabalham.

Texto produzido pela Equipe Personare e publicado no Personare.

Compartilhe:

Tags: #tratamento
Por: Personare

Termos da rede:

Este conteúdo - assim como as respectivas imagens, vídeos e áudios - é de responsabilidade do usuário personare da Rede Catraca.

O Catraca Livre disponibiliza espaço no site para que qualquer interessado possa contribuir com cidades mais acolhedoras, educadas e criativas, sempre respeitando a diversidade de opiniões.

As informações acima são de responsabilidade do autor e estão sujeitas a alterações sem aviso prévio.

1 / 8
1
02:37
Saiba quais são os sintomas do Transtorno bipolar
O transtorno bipolar vai além das variações de humores. Hoje, o Dr. Jair de Jesus Mari, psiquiatra e professor da Unifesp, …
2
01:40
O que é a Fibromialgia e quais os sintomas?
Você já sentiu dores intensas em algumas partes do corpo? Hoje, a Dra. Luiza Cadioli, médica de família e comunidade, fala …
3
04:15
Quais são os sintomas que indicam diabetes?
Você sente uma fome excessiva, mas não consegue identificar o por quê? Hoje, a Dra. Luiza Cadioli, médica de família e …
4
04:43
Quais são os sintomas da Esquizofrenia?
A esquizofrenia é um dos tipos da psicose, que é um sintoma que descreve condições que afetam a mente. Hoje, o …
5
03:10
Como os fatores sociais impactam a expectativa de vida
Saneamento básico e desemprego são alguns dos fatores que podem impactar diretamente com a nossa longevidade. Hoje, a Dra. Aline de …
6
01:28
Psicose: saiba como identificar
Pensamentos vagos e incoerentes? Como identificar um surto psicótico? Hoje, o Dr. Jair de Jesus Mari, fala sobre os sintomas da …
7
02:11
Saiba como identificar os sintomas da diverticulite
A diverticulite tem se tornado uma doença comum, principalmente para pessoas acima dos 60 anos. Hoje, o Dr. Raul Cutait, médico …
8
03:59
Quais sintomas o álcool pode trazer?
O álcool é usado mundialmente, desde a antiguidade. Mas como saber se o seu uso, está nos afetando? Hoje, o Dr. …