Últimas notícias:

Loading...

Variante Ômicron faz São Paulo cancelar Réveillon e manter máscaras

Anúncio oficial deve ser feito nesta quinta-feira pelo prefeito da capital paulista

Por: Redação

Após casos da variante Ômicron confirmados na cidade de São Paulo, a prefeitura optou por cancelar o Réveillon na Avenida Paulista. Esse é o segundo ano em que a festa da virada é suspensa na capital em razão da pandemia do coronavírus.

A exigência do uso obrigatório de máscaras na cidade, que estava prevista para ser flexibilizada a partir do dia 11 de dezembro, agora será mantida.

O anúncio oficial foi feito nesta quinta-feira, 2, pelo prefeito Ricardo Nunes (MDB).

são paulo
Crédito: Rovena Rosa/Agência BrasilSão Paulo reavalia pandemia e cancela Réveillon e mantém uso de máscaras

“O que pesou muito foi a questão da nova variante Ômicron. Lembro que quando teve a variante Delta, a cidade de São Paulo se antecipou e fez a barreira sanitária. O impacto não foi muito grande, como espero que será desta vez”, disse o prefeito.

Ainda de acordo com Ricardo Nunes, o Carnaval na cidade de São Paulo, por enquanto, está mantido. “Carnaval, a vigilância Sanitária continua monitorando para tomar uma decisão mais para frente”, disse.

Além de São Paulo, várias capitais já anunciaram o cancelamento das festas de virada de ano. É o caso de Campo Grande, Florianópolis, João Pessoa, Fortaleza, Palmas, Recife, Salvador, São Luís, Brasília, Aracaju e Belém.

A cidade do Rio de Janeiro ainda mantém a programação não só do Ano Novo, como também do Carnaval do ano que vem. Porém, as secretarias Estadual e Municipal de Saúde estão avaliando a situação da pandemia diariamente.

Ômicron no Brasil

Na tarde de ontem, 1º, a Secretaria de Estado de São confirmou mais um caso da variante Ômicron no Brasil. Agora são três no total.

Além do casal que veio da África do Sul e foi diagnosticado com a nova cepa, um viajante vindo da Etiópia também teve seu teste positivado para a Ômicron. Os três casos estão isolados e apresentam sintomas leves.

O casal foi vacinado na África do Sul com a dose única da Janssen e o homem tomou a vacina da Pfizer.

Outros casos suspeitos da variante Ômicron são investigados no Distrito Federal e no Rio de Janeiro. O resultado do sequenciamento das amostras deve ser conhecido ainda nesta semana.

Compartilhe: