Últimas notícias:

Loading...

SP anuncia segunda dose para grávidas que tomaram AstraZeneca

Grupo começa a receber a dose complementar no dia 23 de julho

Por: Redação

O governo de São Paulo anunciou nesta quarta-feira, 21, que as grávidas e puérperas que receberam a primeira dose da AstraZeneca na vacinação contra a covid-19 poderão tomar a vacina da Pfizer para completar a imunização. A aplicação da segunda dose começa na próxima sexta, dia 23.

As pessoas que compõem esse público devem procurar o posto de saúde no prazo descrito na carteira de vacinação.

A determinação anterior do estado era de seguir orientação do Ministério da Saúde para que grávidas e puérperas esperassem 45 dias após o parto para completar o esquema vacinal.

vacinação gestante
Crédito: Divulgação/Governo do Estado de São PauloGestantes em São Paulo que tomaram a AstraZeneca receberão a segunda dose da Pfizer

As mulheres grávidas e puérperas começaram a ser vacinadas em maio, período em que o Programa Nacional de Imunizações, do Ministério da Saúde, suspendeu o uso dessa vacina para estes públicos após recomendação da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) por conta de uma “reação adversa”.

A decisão de combinar os imunizantes, sendo a primeira dose de AstraZeneca e a segunda de Pfizer, foi embasada em estudos que demonstraram boa proteção com a chamada “intercambialidade” de vacinas desses dois laboratórios.

Segundo o governo de São Paulo, a decisão está em conformidade com recomendações da SOGESP (Associação de Obstetrícia e Ginecologia do Estado de São Paulo), da Comissão Permanente de Assessoramento em Imunizações (CPAI) e do Centro de Contingência do Coronavírus.

Compartilhe: