Últimas notícias:

Loading...

Vacina de Oxford começa a ser aplicada no Reino Unido

A vantagem do imunizante da AstraZeneca é que ele é mais barato e pode ser armazenado em temperatura de geladeira

Por: Redação

O Reino Unido deu outro passo gigante na luta contra a covid-19, começando a imunizar seus cidadãos com uma segunda vacina, a de Oxford, desenvolvida em parceria com o laboratório AstraZeneca. Um homem de 82 anos foi a primeira pessoa a receber o imunizante.

O britânicos são os primeiros a aprovarem e aplicarem o imunizante de Oxford. Desde 8 de dezembro, os grupos prioritários já recebem a vacina Pfizer/BioNTech.

vacina de oxford
Crédito: Reprodução/TwitterReino Unido começa a aplicar vacina de Oxford

A vantagem do imunizante da AstraZeneca é que ele é mais barato e pode ser armazenado em temperatura de geladeira, o que facilita o transporte e o uso.

Cerca de 53 mil doses da vacina da Universidade de Oxford estão sendo lançadas inicialmente em seis hospitais em Oxford, Sussex, Lancashire, Warwickshire e dois em Londres. A maior parte dos suprimentos será enviada para mais de 700 serviços e lares de idosos.

Aposta brasileira

A vacina de Oxford é a grande aposta do governo brasileiro, que possui acordo bilateral para ter 256 milhões de doses do imunizante.

No sábado, 2, a Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) aprovou o pedido feito pela Fiocruz para importar 2 milhões de doses já prontas da vacina. A autorização só vale para a importação das doses. A aplicação da vacina ainda não foi autorizada.

Compartilhe:

?>