Yoga como aliada na luta contra a bipolaridade

Prática auxilia no equilíbrio das emoções em momentos de crise

Por: Personare | Comunicar erro

Dados da Associação Brasileira de Transtorno Bipolar (ABTB) revelam que o transtorno bipolar atinge 4% da população brasileira e gera um índice significativo de suicídios.

Em seu livro “Bipolaridade: sintomas, convivência e equilíbrio”, o professor de Yoga Anderson Pires conta como o Yoga ajudou no tratamento da doença e como consegue ajudar outras pessoas, que passam pelo mesmo problema.

PERSONARE: QUANDO VOCÊ COMEÇOU A TER CRISES?

Anderson Pires: Tive a primeira crise aos 19 anos, mas achei que era relacionada à separação dos meus pais. Depois de seis meses tive outra. Depois de um ano, tive mais crises e, por isso, comecei a terapia e tomar a medicação. Mesmo assim, dois anos depois, tive novamente [uma crise]. Estava no segundo ano da faculdade de administração e trabalhando em empresas mas resolvi abandonar tudo. Acabei indo trabalhar com o meu pai adestrando cães e o contato com os animais me fez ficar bem por três anos e meio. Mas, voltei a ter crises. Nesse ponto, estava perdendo a esperança.

PERSONARE: PARA QUE SE POSSA ENTENDER A SERIEDADE DO PROBLEMA, O QUE É BIPOLARIDADE?

AP: A bipolaridade tem dois pólos: a euforia, um estado muito agitado que pode chegar à psicose. Ou seja, sair da realidade por meio de pensamentos delirantes (como se sentir perseguido, não dormir, falar demais, gastar dinheiro com coisas erradas e fazer coisas perigosas). O segundo pólo é a depressão, quando a pessoa se entristece, se fecha para o mundo e perde a vontade de viver. Uma das grandes dificuldades do transtorno de bipolaridade é a medicação, já que é difícil acertar a dosagem do remédio de imediato.

PERSONARE: COMO FOI A SUA PRIMEIRA EXPERIÊNCIA COM YOGA?

AP: O primeiro contato foi em 1999. Na época, estava cansado porque nada resolvia o transtorno bipolar, e eu já tinha tido seis crises em que pelo menos três delas foram caso de internação. Melhorava, ficava um tempo bem e tinha recaídas mesmo usando medicamento e fazendo terapia. Parece que tive um chamado interno de buscar alguma coisa e essa coisa foi o Yoga.

Comecei a praticar em uma fase que estava melhor, vi as melhorias que a prática começou a me trazer e continuei praticando.

Continue a ler a entrevista aqui.

Compartilhe:

1 / 8
1
02:29
Sequestro na Ponte Rio-Niterói termina após mais de três horas
Um homem armado entrou em um ônibus e manteve 37 reféns no início desta terça-feira, 20, na Ponte Rio-Niterói, via …
2
06:43
Após ser acusado de comunista, Dimenstein cobra provas de Hasselmann
A deputada federal Joice Hasselmann perdeu a calma nas redes sociais ao atacar o jornalista Gilberto Dimenstein, acusando-o de militante …
3
04:53
Netflix e KondZilla lançam ‘Sintonia’, da periferia para o mundo
KondZilla tem razão quando afirma: "A favela venceu". “Sintonia”, a nova série da Netflix, prova isso. A ideia original é dele …
4
04:21
Sinais que indicam problemas no estômago
Ter tosse seca pode ser um sinal que o seu estômago não vai muito bem. Hoje, o Dr. Raul Cutait, médico …
5
03:43
O estrago de Frota é maior que o Bolsonaro poderia acreditar
Após ser expulso do PSL, o deputado federal Alexandre Frota confirmou sua filiação ao PSDB, partido de João Doria, governador …
6
03:03
Câmara aprova projeto de lei sobre abuso de autoridade
A Câmara dos Deputados aprovou o projeto de lei que define quais situações configuram abuso de autoridade. Agora, o texto …
7
04:07
Um pedido de desculpas à Angela Merkel pelas ofensas de Bolsonaro
Depois de dizer a um repórter que ele deveria fazer cocô dia sim, dia não para preservar o meio ambiente, …
8
03:26
Mortes provocadas pelo fim dos radares deveriam ter nome de Bolsonaro
O presidente Jair Bolsonaro determinou nesta quinta-feira, 15, a suspensão dos radares de fiscalização de velocidade móveis em rodovias federais …